Fecomércio-RS obtém liminar que suspende reajuste do Piso Salarial Regional

O Tribunal de Justiça do RS concedeu nesta terça-feira, dia 23, liminar à Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) proposta pela Fecomércio-RS para suspender os efeitos da Lei Estadual que atua sobre o…

O Tribunal de Justiça do RS concedeu nesta terça-feira, dia 23, liminar à Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) proposta pela Fecomércio-RS para suspender os efeitos da Lei Estadual que atua sobre o Piso Salarial Regional. A ação foi ajuizada pela Federação após o reajuste de 16% ser sancionado pelo atual governador, Tarso Genro, na última sexta-feira, dia 19.

Além do argumento da inconstitucionalidade, uma vez que a Lei federal proíbe que o mínimo regional seja instituído no segundo semestre do ano em que houver eleição para governador, a Fecomércio-RS defende que o reajuste de 16% interfere na negociação entre os sindicatos laborais e empresariais para as categorias atingidas por convenção coletiva de trabalho. “O aumento proposto, em percentual bastante superior à variação do INPC, traria consequências danosas à empregabilidade no Estado”, pontua o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

Pelas argumentações inseridas na Adin ajuizada pela Fecomércio-RS, o Tribunal de Justiça suspendeu os efeitos da Lei Estadual, até que seja julgada em definitivo. Além do reajuste de 16% a Lei altera a validade de 1º de janeiro para 1º de fevereiro para as categorias contempladas pelo Piso Regional.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais