FGV: inflação semanal desacelera em Porto Alegre e em outras três de sete capitais

São Paulo foi a cidade que mais apresentou o maior decréscimo em sua taxa de variação

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) desacelerou em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A cidade que apresentou o maior decréscimo em sua taxa de variação foi São Paulo, cujo índice passou de 0,74% para 0,50%. A capital paulista é também a que tem maior peso na formação do IPC-S. Em Porto Alegre, houve desaceleração de preços de 0,66% para 0,52%.

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira pela FGV também desaceleraram as taxas de Brasília (de 0,14% para 0,05%) e do Rio de Janeiro (de 0,31% para 0,29%). Por outro lado, os preços subiram com mais intensidade em Belo Horizonte (de 0,79% para 0,80%), Recife (de 0,63% para 0,66%) e Salvador (de 0,34% para 0,40%).

A inflação na média nacional apurada pelo IPC-S de 30 de abril ficou em 0,47%, 0,11 ponto percentual abaixo do resultado do levantamento anterior. A desaceleração foi puxada principalmente pelo grupo alimentação (de 1,12% para 0,64%), com influência das frutas (de 4,36% para 1,03%) e hortaliças e legumes (de 5,12% para 4,47%).

Veja também

    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA e CDL POA promovem ação para limpeza do Centro Histórico da Capital

    Veja mais
    Noticias

    Cartilha Estado de Calamidade: seguros disponíveis e auxílio reconstrução

    Veja mais