Fim do IPI da linha branca abre polêmica no governo

O governo não está se entendendo sobre a prorrogação até o fim do ano da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que deve terminar no dia 31 de outubro, para os produtos da chamada linha…

O governo não está se entendendo sobre a prorrogação até o fim do ano da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que deve terminar no dia 31 de outubro, para os produtos da chamada linha branca (máquinas de lavar, fogões, geladeiras e tanquinhos). É uma espécie de repetição do caso das restituições do Imposto de Renda. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que não tinha dinheiro para pagar todas as devoluções ainda este ano.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não gostou e praticamente o obrigou a não prejudicar quem tem dinheiro a receber de volta da Receita. Ontem, Mantega negou que o governo tenha a intenção de prorrogar o IPI, garantindo enfaticamente que não há mudança nenhuma nesta questão e que o cronograma do fim do benefício está mantido. Lula, que estava ontem no canteiro de obras da transposição do rio São Francisco, no Nordeste, mandou dizer por um auxiliar que decidiu prorrogar a validade da isenção até o final do ano com a informação de que os consumidores ainda precisam deste incentivo.

Para o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, porém, haverá uma definição até o final do mês, quando terminaria o prazo do benefício. O ministro, no entanto, recomendou que, quem tiver dinheiro, que compre agora. “”Esse assunto é do Ministério da Fazenda. O ministro Guido Mantega me parece que já teve com o presidente Lula uma conversa ainda preliminar, mas me parece que nos próximos dias isso será resolvido. Vamos aguardar””, afirmou.

É uma decisão que mexe com o bolso do consumidor, mas também com o caixa do governo. A Receita Federal perdeu arrecadação para estimular as vendas. Para o Ministério da Fazenda, agora chega. A economia já reagiu à crise e não precisa mais desse empurrãozinho. Embora Mantega não queira ouvir falar em nova prorrogação, o desejo de Lula caminha em outra direção e ele está de olho na eleição presidencial de 2010.

Veja também

    Noticias

    Reconstruindo Juntos: comércio pulsante é o caminho para a recuperação

    Veja mais
    Noticias

    Co.nectar Hub prorroga inscrições para o programa de aceleração de startups

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Atualização da cartilha do Estado de Calamidade

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre lança apoio ao comércio gaúcho

    Veja mais