Fortunati instala comitê e mostra preocupação com obras do Cais

Justamente no primeiro grupo temático implantado pelo Comitê Organizador Sede Porto Alegre, o de turismo, reside um foco de preocupação da prefeitura da Capital dentro dos preparativos para o Mundial de…

Justamente no primeiro grupo temático implantado pelo Comitê Organizador Sede Porto Alegre, o de turismo, reside um foco de preocupação da prefeitura da Capital dentro dos preparativos para o Mundial de 2014. A revitalização do Cais Mauá, alvo de questionamento judicial da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (Antaq) e que pode ter resistência no futuro governo estadual, deve provocar encontro entre o prefeito José Fortunati e o governador eleito, Tarso Genro. O investimento para montar complexo de serviços, avaliado em R$ 500 milhões e que teve um grupo espanhol interesse, é aposta para turbinar as atrações para visitantes.

O comitê apresentou, em evento no Hotel Sheraton, a logomarca oficial de Porto Alegre para a Copa. A grife segue o símbolo brasileiro, com a indicação de “Host City” e o nome da cidade na base. O verde predomina, reforçando a tentativa de grudar o evento ao conceito de Copa Verde, com apelo da sustentabilidade. A imagem será adaptada a cada uma das 12 cidades-sede. Fortunati, disse ontem, ao instalar o comitê local, que quer se reunir com Tarso após o retorno do petista da Europa, para reforçar a necessidade de implantação do projeto. O prefeito deixou claro que não espera obstáculos. O atual governo desenhou a licitação, no modelo de parceria público privada (PPP).

Ontem, foram anunciados os campos de treinamento para as seleções que poderão ter jogos em Porto Alegre, uma exigência da Federação Internacional de Futebol (Fifa). As estruturas deverão estar disponíveis para uso na véspera das partidas oficiais. Os escolhidos incluem a futura Arena do Grêmio, o centro esportivo da Pucrs e campo do São José (Passo D”Areia). A lista deverá ser enviada ao Comitê Local Organizador (LOC), órgão oficial do governo federal, até o dia 20.

O comitê terá sete grupos temáticos. Além de turismo e hotelaria, começam a ser implantados o de mobilidade, marketing, cultura e eventos, infraestrutura e esportiva, promoção comercial, tecnologia e serviços públicos e qualificação, voluntariado e protocolo e meio ambiente sustentabilidade. Fortunati será o presidente do organismo, que terá ainda interface com secretarias ligadas à execução de ações para a Copa e com entidades setoriais. O prefeito apontou que celeridade é a senha para a estrutura que marca a segunda etapa de envolvimento da cidade para o Mundial. O comitê terá outra tarefa pela frente: aprontar toda a estrutura para a Capital ser uma das cinco selecionadas a receber jogos da Copa das Confederações, em 2013, um pré-aquecimento para 2013.

Na área de hoteleira, o prefeito deverá enviar à Câmara de Vereadores projeto com incentivos para novos empreendimentos. Fortunati adiantou que os benefícios devem incluir aumento de índice construtivo, o que demandará alteração no plano diretor. Segundo ele, há carência de leitos quatro estrelas entre os 16 mil existentes. Dirigentes do setor revelam preocupação com a pulverização de novas estruturas. Já estão projetados mais 15 novos hotéis até 2014, que somarão 11 mil leitos. O desafio dos hoteleiros é assegurar roteiros turísticos para atrair público que garanta ocupação mínima dos leitos.

Veja também

    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA participa da abertura de Feira da Acomac

    Veja mais
    Noticias

    Comércio Solidário: Sindilojas Poa é parceiro da Fecomércio-RS

    Veja mais
    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais