Futuro incerto para comércio do viaduto Otávio Rocha

Incerteza com relação ao futuro é a principal reclamação dos comerciantes que atuam no Viaduto Otávio Rocha, no Centro de Porto Alegre. A constatação foi feita pela Ouvidoria da Câmara Municipal por…

Incerteza com relação ao futuro é a principal reclamação dos comerciantes que atuam no Viaduto Otávio Rocha, no Centro de Porto Alegre. A constatação foi feita pela Ouvidoria da Câmara Municipal por meio de um gabinete móvel instalado no local. A iniciativa faz parte das comemorações dos 78 anos do monumento. Boa parte dos permissionários teme perder espaço devido à intenção da prefeitura de revitalizar o local por meio de parceria público-privada (PPP).

O presidente da Associação Representativa e Cultural dos Comerciantes do Viaduto Otávio Rocha (Arccov), Adacir Flores, disse que os permissionários querem dialogar com o Executivo para viabilizar a revitalização do local, hoje ocupado por moradores de rua e alvo de vandalismo. A Lei de Incentivo à Cultura, segundo ele, seria uma alternativa viável de recuperação. O grande fluxo de ônibus, a iluminação precária e a insegurança também foram citados. O ouvidor Reginaldo Pujol (DEM) pretende repassar os dados ao Executivo. Amanhã a Ouvidoria retorna ao local, desta vez, na escadaria.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais