Geladeira poderá custar apenas R$ 500

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que negocia com fabricantes uma geladeira mais barata para integrar o programa de estímulo à troca do eletrodoméstico. Embora o valor ainda não…

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que negocia com fabricantes uma geladeira mais barata para integrar o programa de estímulo à troca do eletrodoméstico. Embora o valor ainda não esteja definido, o ministro disse que o preço da geladeira deve ficar em torno de R$ 500. A previsão é de que sejam trocadas geladeira com em média 10 anos de uso. O programa do governo visa a atingir as geladeiras antigas que emitem gás CFC (clorofluorcarbono) por outras novas, menos poluentes e mais econômicas. Segundo ele, será fabricado um modelo específico de geladeira para atender ao programa. O governo estuda duas datas para o lançamento da iniciativa. Uma é dentro de 15 dias. A outra seria após o final de vigência da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) do eletrodoméstico, que termina em três meses.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais