Governo zera IPI para móveis e prorroga redução para materiais de construção

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou redução a zero do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os principais produtos e matérias-primas do setor moveleiro (móveis de madeira,…

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou redução a zero do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os principais produtos e matérias-primas do setor moveleiro (móveis de madeira, plástico, aço e rattan, além das chapas). A medida vale até o dia 31 de março de 2010.

Atualmente, as alíquotas variam entre 5% e 10%. O governo também prorrogou até junho as alíquotas reduzidas de IPI de materiais de contrução, desonerados originalmente em março. O benefício acabaria no fim deste ano.

“Uma redução que espero ver transferida para os preços finais”, afirmou Mantega, lembrando que a medida é importante especialmente para a Região Sul, que concentra a indústria moveleira.

Segundo o ministro, a medida de zerar o IPI visa a incentivar os consumidores a ir às lojas e comprar novos móveis para casa.

No caso dos painéis de madeira, por exemplo, o IPI passa de 10% para zero.

As desonerações são parte da política de recuperação da economia após o forte impacto da crise financeira global. Na terça-feira, o governo anunciou que está mantendo até março o IPI reduzido para carros flex.

Fonte: Jornal do Comércio

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais