IBGE divulga PMC de setembro e vendas crescem 3,6% em relação ao mesmo período do ano anterior no Rio Grande do Sul

Vendas crescem 3,6% em relação ao mesmo período do ano anterior no Rio Grande do Sul

IBGE divulga PMC de setembro e vendas crescem 3,6% em relação ao mesmo período do ano anterior no Rio Grande do Sul

As vendas no Rio Grande do Sul apresentaram um crescimento considerável em relação ao mesmo período do ano anterior (3,6%), mantendo uma trajetória ascendente no acumulado do ano (2,0%) e nos últimos 12 meses (2,8%). No entanto, houve um declínio de 2,8% no volume de vendas em comparação com agosto.

No comércio varejista ampliado, o estado registrou no acumulado do ano e nos últimos 12 meses, um crescimento de 1,1% e 1,7%, respectivamente, apontando para uma resiliência e um horizonte de oportunidades no mercado varejista. Ao mesmo tempo, o setor enfrentou uma queda de 4,6% em relação ao mês de agosto, mas ainda assim demonstrou um aumento de 0,1% comparado ao mesmo período do ano anterior.

O Sindilojas Porto Alegre permanece atento a essas modificações no mercado e no comportamento do consumidor. Através do nosso Núcleo de Pesquisa, que consulta o consumidor em relação a intenção e às tendências de compra, auxiliamos o lojista na hora de planejar as estratégias do seu negócio. Você pode consultar nossas pesquisas aqui: https://sindilojaspoa.com.br/publicacoes/nucleo-de-pesquisa/

No contexto do comércio varejista brasileiro, setembro revelou um crescimento de 0,6% em relação a agosto, sinalizando uma trajetória positiva para o setor. Essa ascensão se estende ao acumulado do ano, atingindo 1,8%, e nos últimos 12 meses, registrando um aumento de 1,7%. Esse impulso é evidente em diversas frentes, com segmentos como Móveis e Eletrodomésticos, Hipermercados e Artigos Farmacêuticos destacando-se com incrementos de 2,1%, 1,6% e 0,4%, respectivamente.

Ao observar o panorama nacional em comparação ao ano anterior, percebemos um crescimento de 3,3% nas vendas no país, impulsionado principalmente pelos setores de Hipermercados (com um impressionante aumento de 7,5%), Artigos Farmacêuticos (5,9%), Equipamentos e Materiais de Escritório (3,8%) e Móveis e Eletrodomésticos (2,0%).

Além disso, quando consideramos o varejo ampliado, contemplando setores como Veículos, Construção e Atacado especializado, o Brasil apresenta um quadro igualmente otimista. Setembro registrou um aumento de 0,2% em relação a agosto, enquanto a comparação com setembro de 2022 revela um crescimento de 2,9%. No acumulado do ano e nos últimos 12 meses, o incremento foi de 2,4% e 1,6%, respectivamente.

 

Dados retirados: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/comercio/9227-pesquisa-mensal-de-comercio.html?t=destaques

Veja também

    Decretos e regrasNoticias

    Regularização de dívidas com a Receita Federal é facilitada em nova lei

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA promove encontro para debater percepções do Web Summit 2023 ̵...

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Expectativa de vendas na Black Friday satisfez metade dos entrevistados

    Veja mais
    Noticias

    Distância mínima de 50 metros entre comércio e ambulantes é aprovada

    Veja mais