IDV projeta alta de 7,6% nas vendas do varejo este mês

As vendas do varejo brasileiro devem crescer 7,6% em novembro ante igual mês do ano passado e 6,6% em dezembro, de acordo com as estimativas de varejistas associados ao Instituto para Desenvolvimento do Varejo…

As vendas do varejo brasileiro devem crescer 7,6% em novembro ante igual mês do ano passado e 6,6% em dezembro, de acordo com as estimativas de varejistas associados ao Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV). O IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo realizado mensalmente pela entidade, é influenciado positivamente sobretudo pelas expectativas dos varejistas de bens duráveis.

Em outubro, o indicador do IDV apontou crescimento de 6,1% ante igual mês de 2012. Para Fernando de Castro, vice-presidente do IDV, a desaceleração na inflação de alimentos contribuiu para melhoria na renda disponível dos consumidores, o que tem estimulado o crescimento. “Quando a inflação muda de patamar, o consumidor passa a ter atitude mais cautelosa de compras, mas acredito que há uma estabilização (da inflação) em certo patamar aceitável”, disse.

O varejo de não duráveis, que responde pelas vendas de alimentos, entre outros, apontou um nível baixo de crescimento em outubro e o IDV espera recuperação a partir de novembro. De acordo com o Instituto, o segmento reportou alta de 2,9% nas vendas em outubro na comparação com o mesmo mês do ano anterior. A expectativa é de um crescimento de 5,3% em novembro e de 4% no último mês do ano.

Já o setor de bens semiduráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos reportou alta de 9,1% nas vendas realizadas em outubro. Para novembro e dezembro, é esperada manutenção dos níveis, com expectativa de crescimento de 9,6% e 11,7%, respectivamente.

O segmento de bens duráveis atingiu alta de 8,3% em outubro. Para este e o próximo mês, as estimativas situam-se em alta de 9,3% e 5,9%, respectivamente. O setor tem sido beneficiado por medidas como o programa Minha Casa Melhor, de financiamento subsidiado para compra de eletrônicos, eletrodomésticos e móveis para mutuários do Minha Casa, Minha Vida.

Os dados do IDV levam em consideração as vendas realizadas e as estimativas dos associados da entidade. São 44 empresas de grande porte como Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas, Lojas Riachuelo, Magazine Luiza, Walmart, entre outras.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais