Inadimplência do consumidor é a maior em 5 anos

A taxa de inadimplência de pessoas físicas no Brasil aumentou 2,2 pontos porcentuais em novembro, chegando a 7,8%, seu maior nível desde agosto de 2003. Já a inadimplência total do crédito livre ficou…

A taxa de inadimplência de pessoas físicas no Brasil aumentou 2,2 pontos porcentuais em novembro, chegando a 7,8%, seu maior nível desde agosto de 2003. Já a inadimplência total do crédito livre ficou estável em 4,2% no mês passado, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira pelo Banco Central.

O nível de inadimplência do segmento de pessoas jurídicas permaneceu no patamar de 1,7% em novembro. Para o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, a taxa de inadimplência do consumidor brasileiro deve ser observada com atenção, pois é crescente.

Já a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) mostrou-se menos preocupada com os números. De acordo com o economista-chefe da entidade, Rubens Sardenberg, o indicador de inadimplência do consumidor não deverá avançar muito em 2009, apesar da crise financeira global. Isso só ocorrerá, segundo o economista, caso se confirme um cenário de forte queda na atividade industrial.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais