Inadimplência do consumidor seguirá em queda em 2013

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor, recuou 0,2% em novembro de 2012, atingindo o valor de 99,8.

A desaceleração do ritmo da cadeia de quedas mensais e a…

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor, recuou 0,2% em novembro de 2012, atingindo o valor de 99,8.

A desaceleração do ritmo da cadeia de quedas mensais e a configuração de uma estabilização do indicador próximo ao nível 100 sinalizam que a inadimplência do consumidor seguirá em queda gradual ao longo de 2013, convergindo para a sua normalização, que, em termos de taxa de inadimplência bancária, segundo apuração do Banco Central, representa um patamar em torno de 7% da carteira de crédito às pessoas físicas (crédito referencial para taxa de juros).

Esta tendência de normalização deve-se a alguns fatores, tais como: manutenção da taxa de desemprego próximo dos patamares mínimos históricos; salários sendo corrigidos, em sua ampla maioria, acima da inflação; presença de condições monetárias propícias a movimentos de renegociação de débitos em atraso; maior cautela e rigor no processo de análise e concessão de crédito bancário.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais