Inflação medida pelo IPC-S acelera em todas as sete capitais

Dados foram divulgados pela Fundação Getúlio Vargas

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou nesta terça que, das sete capitais pesquisadas para o cálculo do Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S), todas apresentaram elevação de preços mais intensa, ou fim de deflação, na passagem da terceira prévia de outubro para o dado fechado do indicador no mês passado.

Na cidade de São Paulo, a inflação no varejo apresentou aceleração, no âmbito do IPC-S. Segundo a FGV, os preços na capital paulista subiram 0,54% no índice fechado de outubro, em comparação com a alta de 0,49% apurada no IPC-S anterior, medido até 22 de outubro. Além de São Paulo, houve acelerações de preços, ou fim de taxas negativas, em Brasília (de 0,19% para 0,50%), Belo Horizonte (de 0,24% para 0,29%), Rio de Janeiro (de 0,41% para 0,54%), Recife (de 0,20% para 0,45%), Porto Alegre (de -0,17% para 0,18%) e Salvador (de -0,01% para 0,32%).

Embora todas as cidades contribuam para a formação do IPC-S, a inflação na cidade de São Paulo é a de maior peso no cálculo do índice – cujo resultado final de outubro também mostrou inflação mais intensa, de 0,34% para 0,47%, entre a terceira e a última prévia do mês passado, conforme anunciado ontem pela FGV.

Veja também

    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades das obras no Centro até o dia 14/06

    Veja mais
    Noticias

    Associados do Sindilojas Porto Alegre tem opção de consultoria contábil gratuita

    Veja mais