Inflação semanal recua e tem menor variação desde dezembro, mostra FGV

O Índice de Preços ao Consumidor — Semanal (IPC-S) subiu 0,59% na segunda prévia de fevereiro, medida até este domingo, dia 15, ante alta de 0,81% na primeira leitura deste mês, apurada até o dia 7 de…

O Índice de Preços ao Consumidor — Semanal (IPC-S) subiu 0,59% na segunda prévia de fevereiro, medida até este domingo, dia 15, ante alta de 0,81% na primeira leitura deste mês, apurada até o dia 7 de fevereiro, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV).Segundo a entidade, foi o menor resultado registrado pelo IPC-S desde a quarta semana de dezembro do ano passado, quando ficou em 0,52%. Desaceleração da inflação nos grupos Alimentação (de 1,16% para 0,81%); e Educação, Leitura e Recreação (de 2,91% para 1,93%) levaram ao aumento menos intenso do IPC-S, na passagem da primeira para a segunda prévia deste mês.Conforme a FGV, houve forte desaceleração de preços em produtos nas duas classes de despesa. Os destaques ficaram por conta das movimentações de preços em frutas (3,32% para 0,22%) e em cursos formais (4,71% para 2,98%), respectivamente. Das sete classes de despesa usadas para cálculo do índice, seis registraram taxas de inflação mais fracas, ou deflação mais intensa, na período. Além dos dois grupos já citados, é o caso de Habitação (de 0,29% para 0,27%); Vestuário (de -0,27% para -0,74%); Transportes (de 0,66% para 0,54%) e Despesas Diversas (de 0,44% para 0,39%). A única classe de despesa a apresentar aceleração de preços, no mesmo período, foi a de Saúde e Cuidados Pessoais, que passou de 0,43% para 0,52%.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais