Intenção de consumo das famílias atinge o menor patamar desde janeiro de 2010

SÃO PAULO – A intenção de consumo das famílias brasileiras recuou 2% em maio, em relação a abril, atingindo o menor índice desde janeiro de 2010, quando a pesquisa foi iniciada. O indicador ICF…

SÃO PAULO – A intenção de consumo das famílias brasileiras recuou 2% em maio, em relação a abril, atingindo o menor índice desde janeiro de 2010, quando a pesquisa foi iniciada. O indicador ICF (Intenção de Compra das Famílias) deste mês, divulgado nesta quinta-feira (19) pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), passou de 132,6 pontos para 129,9 pontos no período analisado. Esta também foi a quinta queda consecutiva do indicador. Abaixo de 100 pontos, o índice revela uma percepção de insatisfação e, acima deste patamar, indica satisfação, que pode chegar a 200 pontos. Na comparação com maio de 2010, o indicador registrou a primeira queda no ano, de 2,3%.

Variações

O indicador da CNC é composto por sete itens, sendo eles o de emprego atual, renda atual, compra a prazo, nível de consumo, perspectiva profissional, perspectiva de consumo e momento para duráveis. Todos os sete componentes do indicador caíram na comparação mensal, enquanto na análise anual, apenas o de emprego atual e a perspectiva profissional registraram aumento.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais