Lições de convivência com o parceiro de negócios

Existem vários exemplos para se espelhar no mundo dos negócios enquanto procuramos modelos de parcerias para seguir, como Bill gates e Paul Allen cofundadores da Microsoft, ou Larry Page e Sergey Brin, do Google. stes modelos de parceria mostram como é importante para o crescimento da empresa um bom relacionamento com seu sócio, ou alguém […]

Existem vários exemplos para se espelhar no mundo dos negócios enquanto procuramos modelos de parcerias para seguir, como Bill gates e Paul Allen cofundadores da Microsoft, ou Larry Page e Sergey Brin, do Google.

stes modelos de parceria mostram como é importante para o crescimento da empresa um bom relacionamento com seu sócio, ou alguém que divida as mesmas responsabilidades.

Veja 5 exemplos da importância de ter um bom parceiro de negócios:

Confiança e respeito mútuo

Confiança e respeito são dois elementos indispensáveis para uma parceria bem-sucedida. Se você acredita que as decisões tomadas em conjunto são duvidosas, é um fator que denomina a falta de credibilidade entre ambos.

Comunicação ampla e consistente

Comunicação constante sobre a situação da empresa vai fortalecer a relação entre os parceiros envolvidos. Um exemplo de conversa e parceria é o elenco da série de TV “Friends” (1994-2004). O salário dos seis protagonistas permaneceu o mesmo durante todas as temporadas, durante dez anos. Independente do aumento negociado.

Aprenda a doar e receber

Quando duas personalidades fortes trabalham juntas, é comum que acontece conflitos entre opiniões. Durante horas de atrito ou discussão, lembre se que “duas cabeças pensam melhor do que uma”. Tentem resolver a situação com uma solução conjunta, ao contrário de tentar provar que você está certo.

Fazer as pazes logo após uma discussão

Nenhuma parceria é livre de conflitos. Quando surge uma discussão, é o momento exato para se pensar “fora da caixa”. Argumentos contrários podem ser favoráveis para engajamento, contanto que seja uma briga justa. Mas é necessário reconciliar logo após uma briga. Se ambos não quiserem se entender, a parceria está destinada a dar errado.

Aceite as dificuldades do seu parceiro

Sócios devem reconhecer os talentos um do outro e elogiá los sempre que possível. Mas também é responsabilidade de cada um aceitar os próprios erros e reconhecer as fraquezas um do outro. Pense que dirigir uma empresa é como escalar o monte Everest. Se um caminho estreito está a frente, um escalador deve segurar na mão do outro para que pelo menos um chegue no topo.

 

Fonte: Forbes Brasil

 

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais