Limite dos juros do rotativo do cartão entra em vigor

Nova medida vale apenas para os valores que entrarem no rotativo a partir desta quarta-feira, 3

As novas regras que entraram em vigor nesta quarta-feira, dia 03, limitam os juros nas dívidas do cartão de crédito, especialmente no chamado “rotativo”. Anteriormente, a taxa média de juros do cartão de crédito rotativo para pessoas físicas estava em 14,94% ao mês, ou 431,58% ao ano, de acordo com dados do Banco Central de outubro de 2023.

Com as novas medidas, decididas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em dezembro, o juro no rotativo do cartão não pode ultrapassar 100% do valor principal da dívida. Isso significa que a dívida total de alguém que atrasa a fatura do cartão não pode exceder o dobro do débito original.

Em termos práticos, se uma pessoa deixar de pagar uma fatura de cartão de crédito de R$ 1 mil no vencimento e permanecer inadimplente por um ano, acumularia uma dívida total de R$ 5.310, considerando os juros anteriores. Com o teto de juros em 100% do valor original do débito, limitando a dívida total ao dobro do não pago, a nova dívida seria de R$ 2 mil.

Além disso, o CMN também instituiu a portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito e aumentou a transparência nas faturas. No entanto, essas exigências só entrarão em vigor em 1º de julho. Portanto, a partir dessa data, os consumidores poderão usufruir da portabilidade do saldo devedor e terão mais informações transparentes em suas faturas, proporcionando maior clareza sobre os custos envolvidos.

Para mais informações, clique aqui.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais