Lojistas dão a largada para o clima de Natal

O Natal começa em novembro. Pelo menos para o comércio, que no início do mês já decora suas vitrines e planeja promoções para os clientes. O objetivo é incentivar a compra antecipada dos presentes e…

O Natal começa em novembro. Pelo menos para o comércio, que no início do mês já decora suas vitrines e planeja promoções para os clientes. O objetivo é incentivar a compra antecipada dos presentes e motivar a movimentação em um mês que historicamente possui redução nas vendas, por estar entre o Dia da Criança e o Natal, datas muito fortes para o comércio.

A gerente de marketing do Praia de Belas, Janine Oliveira, comenta que a cada ano o shopping busca se antecipar para motivar os clientes a não deixarem a compra dos presentes apenas para dezembro. “Estamos prevendo para essa semana o lançamento da decoração e para a semana seguinte o de nossa promoção de Natal. É uma forma de evitar tanta correria nos últimos dias”, comenta.

A antecipação das festas de final de ano no comércio, segundo o consultor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL) Iran Marcon, segue uma tendência de enfraquecimento a cada ano do chamado “espírito natalino”, por questões econômicas e sociais. Além, é claro, de incentivar que os consumidores não deixem as compras para a última hora, facilitando a alocação de recursos humanos e o gerenciamento de estoques. Os consumidores se sentem instigados pela decoração de vitrines e centros comerciais, como a professora aposentada Nilva Pereira. “Não nos damos conta da chegada do fim de ano, com os enfeites cada vez mais cedo começamos já a pensar em comprar os presentes”. Para ela, essa também é uma forma de evitar filas e transtornos na hora das compras. Já Ceres Moutinho se sente motivada pelos sentimentos envolvidos na data. “Adoro Natal, acho essa uma época especial. Se as pessoas são crianças como eu, certamente entram no clima e já começam a comprar seus presentes”, justifica. Buscar a sensibilidade deve ser mesmo o principal direcionamento para o varejo a fim de melhor aproveitar a data, de acordo com Marcon. “As pessoas estão mais emotivas no final de ano, por isso recomendamos que se busque apelo sentimental e religioso nas decorações e disposição dos produtos nas lojas.”

Outra sugestão para os lojistas é que tenham em suas vitrines opções de produtos com baixo custo. “O Natal é uma data de presentinhos, os clientes compram muita quantidade, mas com valor do tíquete médio mais baixo. Opções para lembrancinhas e presentes para amigo secreto não podem faltar, da mesma forma que kits”, recomenda Marcon. A decoração dos ambientes, assim como os produtos, também segue tendências. Neste ano, a orientação é para o uso de outras cores além das tradicionais, como vermelho, verde e dourado, apostando no flúor e em estampas diferenciadas. O conceito de sustentabilidade também está ganhando espaço nas decorações natalinas, principalmente com o reaproveitamento de materiais. O fundamental é buscar associações lúdicas para promover o resgate da memória afetiva ligada à infância do consumidor, sem esquecer do clima de festa, que naturalmente exige enfeites mais requintados. “Mesmo as lojas populares devem mostrar luxo e sofisticação em suas vitrines, para promover o encantamento da principal data do ano”, aconselha Marcon.

Shoppings investem em decorações alusivas ao universo infantil

Buscando a antecipação das compras e aumento da circulação de consumidores no mês de novembro, os shopping centers inauguram suas decorações nas primeiras semanas do mês, com altos investimentos em publicidade e referências à infância e à tradição da data para envolver os consumidores.

Inaugurada na sexta-feira, a decoração O alegre Natal dos Ursinhos do BarraShopping tem como foco os laços familiares. Em um coreto, um grupo de ursos animatrônicos executa músicas de jazz. Para complementar as ações, a promoção Muito mais Natal irá sortear cinco BMW 320i e 10 vales-presente no valor de R$ 20 mil. O valor total do investimento, incluindo divulgação, será de R$ 2,7 milhões.

No Moinhos Shopping, o conceito Praça do Noel tem paisagismo inspirado em pequenas cidades europeias e será inaugurado hoje. A previsão é de 12% de aumento nas vendas em relação a 2009, seguindo os índices apresentados durante o ano.

O Praia de Belas finaliza sua decoração hoje, tendo como temática o Expresso de Natal. Um trenzinho será instalado na Praça da Alegria, no qual serão transmitidos vídeos alusivos à data e os visitantes terão a oportunidade de viver uma experiência sensorial, com climatização e aromas que buscam promover a sensação de magia e sonho do Natal. “Também teremos uma promoção ‘Comprou, ganhou’ e a iniciativa de responsabilidade social Árvore dos Sonhos. Os investimentos em decoração e publicidade serão 30% superiores a 2009”, diz Janine Oliveira, gerente de marketing do shopping.

O Shopping Total conclui os últimos ajustes na quarta-feira refletindo o encantamento infantil, com o tema Fábrica do Papai Noel e uso de luzes e bonecos mecânicos. Será aproveitada a chaminé do prédio para o show de chegada do Papai Noel, no dia 26 de novembro, com helicóptero, tirolesa e rapel. Segundo a gerente comercial Sílvia Rachewsky Lemos, o valor destinado à mídia, espetáculo e decoração deve ficar em R$ 2 milhões.

O Lindóia Shopping inaugura sua decoração no dia 16 de novembro, tendo como inovação a troca do material na metade do período em que ficar exposto. “São 40 dias de decoração, os enfeites envelhecem, queremos manter a beleza do Natal durante todo esse tempo”, fala Fábio Irigoite, gerente-geral do shopping. O tema será Luzes de Natal e o investimento ficará em R$ 100 mil.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais