Lojistas de shopping buscam mudanças de legislação

A mobilização de mais de 90 mil lojistas instalados em shopping centers do País deve ser deflagrada nos próximos 12 meses a partir de Porto Alegre. O presidente do Sindicato dos Lojistas da Capital…

A mobilização de mais de 90 mil lojistas instalados em shopping centers do País deve ser deflagrada nos próximos 12 meses a partir de Porto Alegre. O presidente do Sindicato dos Lojistas da Capital (Sindilojas), Ronaldo Sielichow, assumiu ontem a coordenação do Conselho Nacional de Entidades do Comércio em Shopping Centers (Conecs). Entre os temas que devem dominar a atuação do dirigente estão o fim do 13º aluguel e da cobrança de multas rescisórias, previstas nos contratos com as direções dos estabelecimentos e consideradas exorbitantes pelos lojistas. Segundo Sielichow, o menor custo das operações certamente reduziria os preços de produtos e serviços para os consumidores.

“Um lojista vai mal e precisa encerrar a operação, mas para sair pode ter de pagar até 20 aluguéis”, exemplificou Sielichow. Hoje as vendas em shoppings respondem por 15% a 20% do total do faturamento do varejo no Brasil. Além dos dois itens que preocupam o setor, também será buscada, por meio de legislação, maior transparência na prestação de contas pelos centros de compras e a regulamentação das relações de locação. Diversos projetos de lei tramitam no Congresso Nacional com propostas de regras para os contratos e que ambicionam, por exemplo, acabar com o 13º aluguel. O Conecs foi criado em 2004 e pela primeira vez a coordenação é de uma entidade gaúcha.

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais