Lojistas e representante da Associação Brasileira de Shoppings Centers travam debate sobre relação comercial

Uma relação que por muitos anos tem sido conturbada. Assim é a convivência entre lojistas e empresários de shoppings centers pelo país e que precisa de mudanças. Essa foi a constatação da mesa-redonda…

Uma relação que por muitos anos tem sido conturbada. Assim é a convivência entre lojistas e empresários de shoppings centers pelo país e que precisa de mudanças. Essa foi a constatação da mesa-redonda promovida pela Febravar, nesta sexta-feira, 10, com o tema “Shopping center e lojista: explicando essa relação”. Uma das principais reclamações dos lojistas é o distanciamento da Associação Brasileira de Shoppings Centers – Abrasce. “Neste sentido, devemos parabenizar o atual presidente por ter aceitado o convite para estar aqui debatendo conosco. Essa postura já demonstra uma mudança por parte da Entidade”, ressaltou o presidente do Sindilojas de Belo Horizonte, Nadim Donato Filho.

A presença do atual presidente da Abrasce, Glauco Humai, também foi saudada pelos demais participantes da Mesa, que foi mediada pelo jornalista Diego Casagrande. “Feliz em ver um jovem com novas ideias, à frente da entidade, que sempre foi muito radical”, reforçou Mário Cerveira Filho, especialista em Direito Empresarial. Marco Antônio Belotto, membro da CONECS – Conselho Nacional de Lojistas em Shoppings, endossou os depoimentos reforçando que ainda tem um “longo caminho de diálogo pela frente, mas com a nova geração na Abrasce a esperança é de que nasça uma nova relação”.

“Nestes seis meses na presidência, já visitei 17 estados e tenho ouvido bastante. É importante também os lojistas se aproximarem da Abrasce. É uma relação comercial, em que há negociação e interesses das duas partes, mas que deve prevalecer o conceito de ganha-ganha”, avaliou Glauco. Para ele, agora pode ser um momento de mudança. “Assim como as relações trabalhistas, tributárias e outras, a relação entre shopping e lojista é regida por regras de 50 anos atrás. Talvez, neste momento, pela primeira vez, comecemos a parar para pensar e tentar resolver problemas históricos dessa convivência”, estimou.

Outra forte reclamação, que gerou manifestações da plateia, foi o valor pago pelo condomínio. A principal crítica, além do alto custo, é sobre a falta de transparência das administrações em informar o que está sendo pago pelo lojista. “Neste momento temos que cortar despesas, tentando evitar demissões. Podemos programar corte de 15% dos custos com o condomínio dos shoppings?”, questionou Nadim.

“Por onde ando vejo diversas medidas para reduzir custos com o condomínio. Muitos estão tomando ações práticas de sustentabilidade e eficiência para minimizar recursos energéticos e de água, mas acho que sempre é possível cortar custos e, por isso, vou levar o pleito a Abrasce”, respondeu Glauco com uma sinalização positiva à demanda. Ele alertou, no entanto, que muitas vezes o lojista pensa que o valor que mais pesa no orçamento é o do condomínio, mas pode estar no pagamento de royalties elevados, nos casos de franquias, e o empreendedor não sabe.

Já no caso do extrato condominial, Glauco foi enfático. “O lojista tem o direito Legal de saber o que está pagando e, se não concordar com alguma cobrança, de reclamar”. Para ele, “condomínio caixa-preta” é coisa do passado. Afirmação que foi contestada pelos participantes da Mesa. “Eu te garanto que não dão resposta para esse questionamento. A não ser por notificação”, rebateu Cerveira, sob forte aplauso da plateia. Cláusulas contratuais draconianas, como o shopping rescindir contrato com lojista sem pagamento de multa, também geraram discussões.

Uma pauta de consenso é a necessidade do lojista se planejar melhor antes de pensar em empreender em um shopping. “O empresário pensa que vai chegar naquele lugar lindo e começar a ficar rico, mas esquecem de planejar seus custos e ler os contratos”, reconheceu Mário, acompanhado dos colegas de Mesa.

A conclusão é de que a relação precisa mudar. E na visão do lojista, se tornar mais “equilibrada”.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais