Lula reclama das taxas dos bancos estatais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enquadrou ontem o presidente do Banco do Brasil, Antônio Francisco de Lima Neto, e o presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras, Gabriel Jorge…

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enquadrou ontem o presidente do Banco do Brasil, Antônio Francisco de Lima Neto, e o presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras, Gabriel Jorge Ferreira, pela elevação dos juros e dos preços dos serviços bancários em meio à crise financeira. Em almoço realizado pela organização não-governamental Ação Fome Zero, num hotel de Brasília, Lula disse que não entende o motivo de os juros permanecerem elevados mesmo com ações de ajuda do governo.

– É incompreensível – afirmou o presidente, segundo relato de um empresário que estava no almoço. – Esses juros tão altos na ponta prejudicam a economia e o país. A gente liberou os compulsórios. O crédito não está chegando na ponta. Dirigindo-se a Lima Neto, Lula reclamou que o Banco do Brasil e também a Caixa Econômica Federal aumentaram os juros de financiamentos e até do cheque especial. – Como é que pode o Banco do Brasil cobrar juros de 120%, 70%? Não pode cobrar isso – reclamou.

Mais tarde, o vice-presidente José Alencar também criticou os juros altos. Questionado se o governo tem como adotar medidas para evitar desemprego no país, Alencar respondeu: – Tem: investimento. E, para que haja investimento, nós estamos lutando há mil anos para que os juros caiam.

Veja também

    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA e CDL POA promovem ação para limpeza do Centro Histórico da Capital

    Veja mais
    Noticias

    Cartilha Estado de Calamidade: seguros disponíveis e auxílio reconstrução

    Veja mais