Maioria ainda adota banda larga fixa ou discada

Pesquisa feita em Porto Alegre, São Paulo e Rio concluiu que a maioria – 65% – ainda acessa a internet por acesso de banda larga fixa ou discada. Apenas 5% usa modem 3G, celular ou smartphone. O restante…

Pesquisa feita em Porto Alegre, São Paulo e Rio concluiu que a maioria – 65% – ainda acessa a internet por acesso de banda larga fixa ou discada. Apenas 5% usa modem 3G, celular ou smartphone. O restante não era usuário de internet.

Segundo o estudo para mapear as tendências de uso de serviços móveis no Brasil, feito pelo projeto Monitor Acision, das consultorias Acision e Teleco, no segundo trimestre deste ano havia 13,9 milhões de acessos de banda larga móvel. Esse tipo de serviço estava disponível para 65,2% da população e em 13,3% dos municípios no país. Entre as principais razões para não acessar a internet móvel estão a falta de necessidade (61%) e o preço do serviço (42%) considerado caro.

Mas o gasto com torpedos, música e acesso à internet pelo celular cresceu 54,5% no segundo trimestre, em relação a igual período de 2009.

A receita das operadoras com serviços de dados (tudo menos chamada de voz) foi de R$ 2,8 bilhões no segundo trimestre deste ano, ante R$ 1,8 bilhão em igual período de 2009. Isso representa 16,3% da receita bruta de serviços das operadoras.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais