Mais conservadora, somente 15% da classe D faz compras pela internet

SÃO PAULO – As compras pela internet ainda não conquistaram os consumidores da classe D. Segundo pesquisa realizada pela Quorum Brasil, dentre os que possuem acesso à rede mundial de computadores, somente…

SÃO PAULO – As compras pela internet ainda não conquistaram os consumidores da classe D. Segundo pesquisa realizada pela Quorum Brasil, dentre os que possuem acesso à rede mundial de computadores, somente 15% compram pela web.

De acordo com o sócio-diretor da Quorum Brasil, Cláudio Silveira, o conservadorismo é uma das razões que explica o baixo percentual de consumidores desse extrato de renda que compram pela rede.

Para ele, esta parcela da população não se sente à vontade para adquirir produtos e/ou serviços na internet, pois ela prioriza a pesquisa e gosta de comparar os produtos em várias lojas. Além disso, explica, “para a classe D este tipo de compra remete à aquisições por impulso, o que não é frequente nestes consumidores”.

A falta de cartão de crédito, completa, é outro problema que faz com que estes consumidores não comprem pela rede.

Produtos

Ainda segundo Silveira, diferentemente das classes A e B, ou mesmo da classe C, os consumidores da classe D não se interessam por livros, CDs, ou roupas – produtos tradicionalmente campeões de venda na rede. Por conta do foco na residência, dentre os que adquirem pela internet, os móveis e eletrodomésticos são os favoritos.

“É uma população que não tem muita opção de lazer, então, essas pessoas querem conforto dentro de casa, priorizando a reforma da casa, por exemplo. Neste sentido, elas se interessam em comprar eletrodomésticos ou mesmo um sofá no site de alguma loja popular”, diz.

Para o futuro, prevê o diretor da Quorum, estima-se que o aumento da renda eleve o percentual de consumidores da classe D que compram pela rede. Entretanto, analisa, o tipo de produto adquirido dificilmente deve mudar.

Acesso

No que diz respeito ao acesso da classe D à internet, o levantamento revela que 59% acessa de casa, 23% do trabalho e 18% de lan houses.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais