Material escolar deve ter selo do Inmetro

De acordo com levantamento feito pelo Sindilojas Porto Alegre com lojas da cidade, o maior volume de vendas de material escolar deve ocorrer neste mês. Portanto, é necessário que os lojistas estejam atentos…

De acordo com levantamento feito pelo Sindilojas Porto Alegre com lojas da cidade, o maior volume de vendas de material escolar deve ocorrer neste mês. Portanto, é necessário que os lojistas estejam atentos às determinações do Inmetro para comercializar alguns itens. A partir de 28 de fevereiro de 2015 o comércio varejista apenas poderá vender materiais escolares certificados pela portaria 481/2010, contendo um selo do Inmetro.

A norma diz respeito aos requisitos mínimos de segurança para a fabricação, importação e comercialização de artigos escolares. Para obter o selo de identificação da conformidade, os produtos têm de ser submetidos (e aprovados) a testes químicos, mecânicos, toxicológicos e biológicos, dependendo do tipo de produto.

Veja abaixo a lista de produtos que deverão conter o selo:

• Apontador;
• Borracha e Ponteira de borracha;
• Caneta esferográfica/roller/gel;
• Caneta hidrográfica (hidrocor);
• Giz de cera;
• Lápis (preto ou grafite);
• Lápis de cor;
• Lapiseira;
• Marcador de texto;
• Cola (líquida ou sólida);
• Corretor Adesivo;
• Corretor em Tinta;
• Compasso;
• Curva francesa;
• Esquadro;
• Normógrafo;
• Régua;
• Transferidor;
• Estojo;
• Massa de modelar;
• Massa plástica;
• Merendeira/lancheira com ou sem seus acessórios;
• Pasta com aba elástica;
• Tesoura de ponta redonda;
• Tinta (guache, nanquim, pintura a dedo plástica, aquarela).

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais