“Maternidade e vida profissional” é tema de e-book do Sindilojas Porto Alegre

No mês em que é comemorado o Dia das Mães, o Núcleo de Pesquisa da Entidade preparou um estudo que traça o perfil das profissionais que são mães e que reúne dicas sobre o consumo dessas mulheres na Capital.

O empoderamento feminino tem trazido novas possibilidades para as mulheres no mercado de trabalho, levando-as a ocuparem um espaço maior nas empresas, liderando equipes e lutando por uma equidade em condições e salários em relação aos homens. Neste mês em que é comemorado o Dia das Mães, o Núcleo de Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre resolveu abordar esse assunto, reunindo diversas informações importantes para as consumidoras mães e para os lojistas no e-book “Maternidade e vida profissional”. No material, são relacionadas as mudanças que ocorrem na carreira das mulheres a partir da maternidade ao impacto que essa transformação gera para o consumo no comércio.

Empresas com jornada flexível de trabalho ou home office

O estudo do Sindilojas Porto Alegre identificou empresas que adequaram a sua realidade para melhor atender às mulheres mães: Dell Computadores do Brasil Ltda., SAP Labs Latin America e Thoughworks Brasil estão entre elas. De acordo com o levantamento, esses lugares possuem benefícios como jornada flexível de trabalho, licença-maternidade estendida, berçário para recém-nascidos ou espaço para amamentação.

Empreendedorismo

Mas como essa não é a realidade da maioria dos locais, muitas mulheres têm optado por mudar o rumo da sua vida profissional a partir da maternidade, buscando empreender para adequar suas atividades a este novo momento. Das que se enquadram nesse grupo, são vários os motivos apontados: algumas acreditam que sendo donas do próprio negócio têm mais liberdade para estarem mais próximas dos filhos, trabalhando em casa ou em um espaço com as suas regras. Outras consideram que é o momento de se fazer o que se ama e de buscar a tão sonhada independência financeira a partir de um negócio próprio.

O Núcleo de Pesquisa identificou ainda que empreender está no 4º lugar entre os maiores sonhos das porto-alegrenses. A capital gaúcha possui em sua população 19% de pessoas donas do próprio negócio, sendo que 38,6% deste percentual são mulheres.

Entre as razões apontadas por quem gostaria e empreender e não consegue estão, principalmente, a falta de condições financeiras (46,5%), seguida do não conhecimento do mercado (15%). O momento econômico do país também apareceu entre os motivos para 12,5% das entrevistadas, mesmo percentual que corresponde a quem considera os processos para seguir esse caminho muito burocráticos e por isso desistem. Entretanto, há quem procure apoio para realizar este sonho: 27,3% dos empreendedores porto-alegrenses foram atrás de ajuda de órgãos como Sebrae e Smic, na Capital.

Áreas mais escolhidas

O estudo do Sindilojas Porto Alegre também identificou quais são os caminhos e as áreas preferidas das mães que escolhem seguir a trajetória do empreendedorismo: venda de roupas, calçados e produtos de sex shop por e-commerce, aplicativos de mobilidade urbana, artesanato, massagem e reiki à domicílio e venda de doces e salgados por encomenda apareceram como as principais atividades escolhidas por elas.

Maternidade x profissão

Se nos tempos atuais são muitas as mulheres que priorizam a carreira profissional à vida pessoal, existe também as que preferem se dedicar à maternidade em vez de focar esforços apenas no trabalho, e muitas vezes preferem até deixar as atividades profissionais para uma segunda ordem de prioridade. Essa escolha, que nas décadas passadas era considerada normalidade para muitas, atualmente pode vir rodeada de julgamentos e preconceitos, como relataram algumas entrevistadas à pesquisa:

“Hoje em dia, se você fala que quer ficar em casa, fazer algo para ficar com os seus filhos e ganhar um tempo com eles, as pessoas se surpreendem. Há esse preconceito.”

“Acredito que as empresas não dão credibilidade quando somos mães. Perguntam ‘você tem dois filhos, vai conseguir entregar o produto no prazo?’”

“Eu sei que se eu fosse promovida teria que viajar, e sei que só não ganho uma promoção por causa do meu filho.”

Hábitos de consumo das mães

A pesquisa buscou entender também como as mães porto-alegrenses consomem. Foi identificado que elas adoram fazer compras, ir ao cinema e passear no shopping sozinhas ou com os filhos. Por sinal, este é um dos programas que mais gostam de fazer com os pequenos, porque sentem mais segurança em ambientes como os shoppings, diferente das praças e parques.

Locais que possuem espaço kids ou algum tipo de entretenimento para as crianças são os mais procurados por elas, bem como locais em que os pais possam ficar cuidando dos filhos enquanto as mães compram, como, por exemplo, lojas como a Tok & Stok, que possui piscina de bolinhas, a Picorrucho, que conta com espaço kids, assim como a Livraria Cultura e o Barracadabra, espaço de lazer para as crianças. As lojas físicas continuam sendo as preferidas da maioria das mulheres mães, que gostam de viver a experiência da compra. Mas compras pela internet, tanto para receber o produto em casa ou retirá-lo na loja, assim como em bricks de desapegos e fashion deliveries também apareceram entre as formas de consumo escolhidas por esse perfil de consumidoras.

Espaços que valorizam o bem-estar das mães

O e-book traz ainda dicas de lugares em Porto Alegre que consideram as necessidades e o bem-estar das mães e dos filhos na hora do trabalho, no momento de relaxar, se embelezar, de ensinar os pequenos ou de se divertir com eles. Espaços como o Nuwa Coworking Feminino, Moma Coworking + Kids, Manas Loja e Espaço Coletivo e Amamãe Estética e Bem-Estar aparecem nessa lista.

O e-book “Maternidade e vida profissional” reúne, ainda, muitos outros conteúdos, dicas para as mães e para os lojistas, e diversos outros números relacionados às mulheres que não abriram mão de estar perto dos filhos para seguirem sua vida profissional em Porto Alegre. Acesse o material completo clicando aqui e confira!

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais