Medo do desemprego diminui em dezembro, afirma CNI

O consumidor brasileiro está mais otimista em relação ao mercado de trabalho e se mostra bastante seguro de que o desemprego não irá afetá-lo ou a sua própria família. É o que mostra o Índice de Medo…

O consumidor brasileiro está mais otimista em relação ao mercado de trabalho e se mostra bastante seguro de que o desemprego não irá afetá-lo ou a sua própria família. É o que mostra o Índice de Medo do Desemprego que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou hoje.

O índice para dezembro ficou em 79,3 pontos, o que representa um recuo de 2,2% na comparação com a pesquisa anterior, realizada em setembro, e de 7,3% na comparação com o levantamento de dezembro de 2009. É a primeira vez que o indicador fica abaixo de 80 pontos, em uma escala que vai de zero a 100 pontos.

Mais da metade do universo pesquisado, entre os dias 4 e 7 de dezembro, afirmou não estar com medo do desemprego. De acordo com os técnicos da CNI, o porcentual alcançou 56,7% das respostas válidas em dezembro, o maior da série histórica.

A proporção dos entrevistados que afirmaram estar com muito medo do desemprego, por sua vez, recuou de 15,3% em setembro para 13,6% em dezembro e atingiu o menor porcentual da série. Já o porcentual de entrevistados que afirmou estar com medo do desemprego manteve-se praticamente estável, em 29,7%.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais