Mega Tendência | Negócios do bem

Com a pouca efetividade do setor público na solução de problemas que atingem a todos, as marcas começam a pensar o seu negócio para impactar positivamente as pessoas, a comunidade e o planeta.

Convergir lucro e proposta de forma genuína e verdadeira será mais que um diferencial, pois o consumidor vem observando a postura das marcas frente a questões de interesse público. Iniciativas que vão além da venda e da responsabilidade imediata das marcas encantarão as pessoas. Com a pouca efetividade do setor público na solução de problemas que atingem a todos, as marcas começam a pensar o seu negócio para impactar positivamente as pessoas, a comunidade e o planeta.

No Illinois (EUA), por exemplo, cabelereiros foram treinados para reconhecer e orientar vítimas de violência doméstica dentre as suas clientes. Os profissionais são preparados para reconhecer sinais, oferecer apoio verbal e encaminhar potenciais vítimas de violência doméstica à grupos de apoio.

Outra referência é a loja Sephora, varejista francesa de cosméticos, que no final do ano passado ofereceu “Aulas de Confiança” para mulheres que estavam passando por grandes mudanças nas suas vidas. Em parceria com organizações locais sem fins lucrativos, as lojas ofereceram aulas com dicas de maquiagem para aumentar a autoestima e causar uma boa impressão profissional. Cerca de 1,7 mil mulheres participaram das aulas e 70% delas relataram aumento da autoconfiança.

Em março deste ano, na Singapura, foi lançada a Air Ink. Através de um site de financiamento coletivo foi desenvolvida uma tinta criada a partir da poluição do ar. Funciona da seguinte forma, a poluição é capturada, purificada e convertida em matéria prima para tinta de canetas, impressoras e serigrafia.  As canetas e a tinta de serigrafia são seguras para a saúde, recarregáveis e resistentes à água. Já na Inglaterra, foi lançado o Halo. São cápsulas biodegradáveis de café compatíveis com as máquinas Nespresso. De acordo com o fabricante, as cápsulas sustentáveis são feitas de uma mistura natural de bamboo e papel e se decompõem em 90 dias.

O que todas essas marcas buscam? O foco é resolver problemas que tradicionalmente as empresas não enxergavam como seus. Pode-se imaginar que isso gera altos custos, mas o objetivo é oferecer soluções que se encaixam nos processos já existentes do negócio. O consumidor irá se identificar com causas genuinamente promovidas, e as ações terão repercussão espontânea. Engajado, o consumidor vai compartilhar nas mídias sociais a experiência com empresas que verdadeiramente se importam com causas que vão além da venda e do lucro.

Confira na próxima quinta-feira, dia 13 de abril, a próxima tendência que será divulgada pelo Núcleo de Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre e acompanhe a série!

Fonte: trendwatching.com/premium

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais