Meirelles critica meta para juro

Em entrevista publicada ontem no jornal O Estado de S.Paulo, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que deixa o cargo em janeiro, criticou uma das metas do futuro governo de Dilma Rousseff, de fechar…

Em entrevista publicada ontem no jornal O Estado de S.Paulo, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que deixa o cargo em janeiro, criticou uma das metas do futuro governo de Dilma Rousseff, de fechar o mandato com taxa real de juro entre 2% e 3%. A taxa real é definida descontando a inflação do juro nominal, e hoje está entre 5% e 6%, dependendo da fórmula de cálculo. – Uma meta para juros é incompatível com a meta de inflação – afirmou Meirelles, que será substituído na presidência do BC pelo gaúcho Alexandre Tombini. Para Meirelles, a queda do juro é uma consequência, não uma meta.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais