Namorados deixam para comprar os presentes na véspera

Movimento nas lojas deve ser intensificado hoje e até mesmo amanhã

No final de semana que antecede o Dia dos Namorados, o movimento nos shoppings de Porto Alegre foi considerado normal pelos lojistas….

Movimento nas lojas deve ser intensificado hoje e até mesmo amanhã

No final de semana que antecede o Dia dos Namorados, o movimento nos shoppings de Porto Alegre foi considerado normal pelos lojistas. Apesar da previsão do Sindilojas de aumento em 10% na comparação com as vendas do ano passado, gerando R$ 77 milhões apenas do varejo da Capital, a maior parte dos gaúchos deve deixar a compra dos presentes para a última hora.

Juntos há três meses, o publicitário Máximo Crespo e a funcionária pública Daniele Tofetti usaram o dia de ontem para realizar uma troca de presente no shopping Bourbon Wallig, na zona Norte. Como ela reside em São Paulo e tem a passagem de volta marcada para hoje, eles aproveitaram o feriado de Corpus Christi, na quinta-feira, para antecipar as comemorações. Crespo optou por proporcionar à namorada uma viagem pela Serra gaúcha, com direito a estadia em gramado e visita a São Francisco de Paula. Até o domingo, Daniele ainda não havia presenteado o namorado. “Acho que ele terá que ir buscar em São Paulo”, brincou.

Já o jovem casal de estudantes Daniel dos Santos e Francieli Mesnorovicz optou por uma “última olhada nas vitrines” antes de definirem os presentes. “Hoje é mais para sondar e pescar alguma coisa que desperte o interesse dela nas lojas”, afirma Daniel, que pretende realizar a compra entre hoje e amanhã. Entretanto, Francieli antecipa que espera por algo que a surpreenda no dia 12 de junho.

No shopping Total, Nathalia Zaluski, gerente da loja Jeito Chique, que oferece um portfólio de produtos femininos como calçados, bolsas e acessórios, conta que, nos últimos dias, muitos homens, sozinhos, estiveram em busca de presentes para as companheiras. Mesmo assim, ela acredita que o final de semana foi de “pesquisa de preços” e as vendas efetivas devem ser concretizadas a partir de hoje.

É o caso de Cezar Ignácio e Mariana Flores. Ela diz ter ido ao shopping para comprar o presente de aniversário, celebrado na semana passada, e “transparecer” algumas dicas ao namorado. “Mesmo assim, não quero que ele me dê o que eu escolhi, prefiro ser surpreendida”, revela. Em meio aos risos, Cezar reconhece que terá de redobrar os esforços e deixar de lado a intenção de voltar para adquirir a peça escolhida em outra loja, minutos antes, pela sua companheira há 2 anos.
Média de gastos para a data deve ficar entre R$ 101 e R$ 200

O presidente do Sindilojas da Capital, Ronaldo Sielichow, estima vendas superiores a R$ 77 milhões apenas em Porto Alegre. Segundo uma pesquisa encomendada pela entidade junto aos consumidores e lojistas, as peças de vestuário lideram o ranking de itens mais procurados com 49% das intenções de compra, seguidos de perfumes e artigos de beleza (19%), calçados (10,3%), eletrônicos (7%) e flores (6,5%). Juntos, estes produtos representam 91,8% dos tipos citados no estudo. Perguntados sobre o que gostariam de ganhar, o segmento de vestuário foi o predileto entre todas as faixas etárias consultadas, em ambos os sexos, com 38% da preferência.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais