Necessidade dos clientes e papel das marcas foram temas do Café com Lojistas

Na manhã desta quarta-feira, o Sindilojas Porto Alegre realizou mais uma edição do Café com Lojistas, com o empresário, escritor e especialista em estratégia de marca Arthur Bender, que abordou o tema…

Na manhã desta quarta-feira, o Sindilojas Porto Alegre realizou mais uma edição do Café com Lojistas, com o empresário, escritor e especialista em estratégia de marca Arthur Bender, que abordou o tema Paixão e Significado da Marca. Com cinco paradoxos da vida, ele iniciou a palestra explicando como engajar funcionários e clientes não só com remuneração, confira quais são:

• Em uma sociedade tecnológica, nunca fomos tão interessados por misticismo e história.
• Somos ligados no futuro, mas buscamos constantemente o passado para o entendermos o presente.
• Perdemos a conexão com aqueles que estão perto da gente e nos interessamos mais pelo que está distante.
• Não temos mais referências ou guias de vida. Antigamente tínhamos um Ayrton Senna e hoje temos vários.
• As pessoas têm muitos amigos, mas continuam sozinhas em seus quartos com seus fones de ouvido.

Para ele, estas contradições podem ajudar as empresas a oferecerem aos clientes aquilo que eles necessitam: o que é escasso. “As pessoas querem aquilo que elas não podem comprar, mas as lojas estão sempre oferecendo o que elas já têm em excesso, como tecnologia, por exemplo”, explica. Portanto, Bender ensina que quando as marcas proporcionam aos clientes a possibilidade de nostalgia e de resgate com as raízes do passado, elas estão oferecendo valor e fuga do estresse do dia a dia, o que é um diferencial.

O que os consumidores querem

Talvez uma empresa não consiga dar uma hora a mais no dia do cliente, mas se proporcionar a ele atenção, confiança, afeto e respeito, dará a sensação de uma vida mais devagar, que é a que todos querem ter em tempos em que tudo é feito muito pressa. Para Bender, todos devem buscar o próprio remédio da vida, fazendo coisas simples, mas que dão prazer. Sonhar, abraçar, andar descalço sobre a grama molhada, cantar ou assistir ao nascer do sol são alguns exemplos que podem proporcionar bons resultados no dia a dia.

A paixão

Arthur Bender finalizou a palestra dizendo que nunca haverá funcionários excelentes que não sejam apaixonados e que a paixão nasce quando encontramos o propósito da vida. Muitas empresas, por exemplo, ainda não sabem o seu papel no mercado, o que estão fazendo, para quem ou por quê. Para ele, as marcas devem funcionar como guias para ocupar o vazio da sociedade: “faça com que as pessoas pensem no que a sua marca faria em determinada situação”, sugere ele. Ele convidou os participantes a pensarem em como as suas empresas serão excelentes e no que serão diferentes: “se você conseguir transformar estas respostas em valor no mercado, a sua marca terá paixão”, concluiu.

4 dicas de Arthur Bender para o varejo

1) Simplifique a vida do cliente: no e-commerce, por exemplo, não dê a ele 3 botões, dê somente 1.
2) Fuja do oportunismo e defina sua marca pela qualidade das suas relações, caso contrário, os clientes só aparecerão quando tiver promoção.
3) Não peça ao colaborador para vestirem a camisa da empresa, mas para vestirem a camisa dele, sendo mais íntegro, honesto e comprometido.
4) Incentive seus funcionários a conhecerem eles mesmos, assim encontrarão seus significados e serão pessoas mais apaixonadas e contagiantes.

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais