No bolso do cliente: cerca de 22% das lojas da Capital já utilizam o WhatsApp para venda e pós-venda

Mais do que um aplicativo de bate papo, o WhatsApp se tornou uma ferramenta de negócios aliada ao varejo. Com mais de 45 milhões de usuários no Brasil, a plataforma se consolida como um canal de vendas, de…

Mais do que um aplicativo de bate papo, o WhatsApp se tornou uma ferramenta de negócios aliada ao varejo. Com mais de 45 milhões de usuários no Brasil, a plataforma se consolida como um canal de vendas, de interação e fidelização do cliente. Segundo levantamento realizado pelo Sindilojas Porto Alegre, na Capital cerca de 22% dos lojistas consultados já utilizam a ferramenta para trabalho.

Para a diretora das Lojas Linna, Rosi Frigo Luz, o WhatsApp tem sido a ferramenta de comunicação escolhida pelos clientes devido ao retorno ágil e instantâneo. “Implantamos o uso do aplicativo em maio deste ano, disponibilizando o número em todas as plataformas de comunicação. Ele é utilizado com foco em vendas e esclarecimento de dúvidas do cliente, mas há uma forte demanda de que a ação seja estendida para todas nossas filiais e também para o setor de cursos”, explica. Ela destaca que com o uso da ferramenta as vendas cresceram 5% em relação o a 2014 e até o fim do ano a previsão é atingir a marca de 10%. “Hoje atingimos um público de fora do Estado que não encontram o produto onde moram e quem precisa de uma informação rápida para otimizar o próprio tempo, sem precisar ir até à loja”, explica.

O uso do aplicativo também foi adotado pela pet shop Zimmer. O proprietário, Roberto Zimmer, explica que foram adquiridos três aparelhos celulares para o relacionamento com os clientes. “Estamos usando há dois meses apenas, mas já percebemos as facilidades que a ferramenta traz como os recursos de foto e vídeo. Muitos consumidores querem ver o animal de estimação antes de levar para casa, e, agora, não precisam mais vir à loja física para isso, mandamos uma imagem ou uma filmagem pelo WhatsApp”, realça. Ele acrescenta que já foram vendidos animais, aquários entre outros produtos. “É mais uma qualificação para o comércio e um sinal de que é preciso acompanhar a tecnologia e o cliente onde ele estiver”, afirma.

O uso do WhatsApp pelo comércio traz diversos benefícios aos lojistas. Hoje em dia é difícil de encontrar alguém que não esteja no aplicativo, por isso, é um meio que oferece a aproximação com o consumidor, com uma comunicação rápida e imediata, além de disponibilizar uma interação multimídia, permitindo um contato mais assertivo com o cliente e agregando valor à marca.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais