O mais caro é manter a casa

O estudo IPC-Target revelou que as famílias brasileiras chegam a destinar mais da metade do que gastam para manutenção do lar (aluguel, água, luz, gás, impostos e taxas), alimentação, saúde, higiene e…

O estudo IPC-Target revelou que as famílias brasileiras chegam a destinar mais da metade do que gastam para manutenção do lar (aluguel, água, luz, gás, impostos e taxas), alimentação, saúde, higiene e transporte. No caso da classe C do Rio Grande do Sul, o item manutenção do lar responde por 31,6% dos gastos, acima da média do conjunto dos gaúchos. Em relação à média dos consumidores, as famílias da classe C no Estado também despendem mais dinheiro, proporcionalmente, com saúde e higiene, além de gastar mais com a aquisição de eletrodomésticos e equipamentos eletrônicos. Contudo, itens como vestuário, recreação, viagens e educação recebem uma parcela menor do orçamento da classe C.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    FBV 2024 – o próximo passo está aqui

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 06/04 a 12/04

    Veja mais