O que muda para os consumidores brasileiros, segundo governo

Presidente Dilma Rousseff lançou hoje plano que altera regras nas relações de consumo e dão mais direitos ao consumidor.

Dilma Rousseff: “agora que temos mais direito de consumir, queremos consumir com mais direitos”
São Paulo – A presidente Dilma Rousseff anunciou hoje no Palácio do Planalto o Plano Nacional de Consumo e Cidadania (Plandec), que aproveita o Dia do Consumidor para regulamentar as relações de consumo no Brasil. Confira as principais alterações e novidades que o Plano traz.

1. Fortalecimento dos Procons

Um ponto importante do plano é a Lei de Fortalecimento dos Procons, que será enviada ao Congresso e dará mais poder aos órgãos. O texto vai permitir que os Procons de todo o país determinem medidas corretivas como restituição de cobranças indevidas, substituição ou reparação de produtos e prestação adequada de informações. Com a nova lei, o acordo no Procon será considerado título executivo judicial. Desse modo, o consumidor não precisará recorrer à justiça em casos pequenos, que passariam a ser solucionados de maneira jurídica pelo Procon.

2. Comércio eletrônico

Há determinações também sobre comércio eletrônico, que sofre de lacunas no Código de Defesa do Consumidor. Segundo o plano, os sites de vendas terão de prestar informações claras sobre seus produtos e serão obrigados a ter um canal ativo de atendimento ao consumidor. Além disso, serão criados procedimentos claros sobre o exercício do direito de arrependimento.

3. Regras específicas

Algumas áreas, como telecomunicações e sistemas financeiros, receberam determinaçõe específicas. O Conselho Monetário Nacional (CMN) passa a obrigar as instituições financeiras a informar a diferença de custos nas tarifas bancárias individualizadas e nos pacotes e destacar a composição dos custos nas operações de crédito e câmbio.

Já o novo regulamento para telecomunicações passa a exigir maior transparência. As empresas terão seus combos de serviços regulamentados, terão de oferecer mecanismos para comparação de planos de serviços e ampliar seus canais de atendimento.

4. Conselho de Ministros

Por determinação do Plandec, será criado um Conselho de Ministros e comitês técnicos que farão parte de um Observatório Nacional. Em uma primeira etapa, haverá comitês de consumo e regulação, consumo e turismo e consumo e pós-venda.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais