O que você pretender ser: líder ou chefe?

Você sabe a diferença entre ser líder e ser chefe? Aos desavisados essas duas funções pode parecer simplesmente a mesma coisa, mas os termos chefe e líder têm significados bem diferentes. Enquanto o chefe…

Você sabe a diferença entre ser líder e ser chefe? Aos desavisados essas duas funções pode parecer simplesmente a mesma coisa, mas os termos chefe e líder têm significados bem diferentes. Enquanto o chefe se mostra centralizador e age com o poder, o líder é um profundo servidor e atua com autoridade.

O líder tem de se preocupar em conduzir pessoas e dar significado ao trabalho, dando uma causa que os façam defender. Assumir o cargo de líder exige uma conduta que não é fácil, principalmente quando se viciou na postura de liderado. Liderança é hoje a competência mais importante para o profissional que atua em organizações públicas ou privadas e de todos os tamanhos. Por isso, o futuro positivo das organizações está na qualificação técnica e comportamental de seus líderes.

Vários modelos teóricos já foram desenvolvidos para definir a postura de um líder, mas acontece que a maioria dos programas oferecidos no mercado está mais para a constatação do fato do que para a transferência e auxílio da colocação das teorias no cotidiano. No entanto, cada vez mais é utilizada no mercado uma nova prática do líder: o “aconselhamento”.

Sabe-se que tudo na vida gira em torno de relacionamentos, entretanto, nenhuma pessoa consegue desenvolver sentimentos por todos os que a cercam. E algumas atitudes diferenciam o bom líder de um chefe, são elas: ter capacidade de agir com paciência, humildade, respeito, generosidade, honestidade e confiança.

“Mais que empatia, o líder deve entender que o funcionário saiu do papel de mão de obra para o papel de ser (indivíduo) pensante. Ele deve acreditar que o sistema piramidal da hierarquia funcional está falido e que outros modelos como às organizações matriciais são o futuro das empresas. Quem não se adaptar para envolver os funcionários naquilo que os afeta, está fadado ao insucesso. Quando é dito envolver todos que são afetados pela decisão, me refiro a formar um colegiado, que consiste na capacitação dos envolvidos, onde uns aprendem com a informação, enquanto outros sentem na pele o impacto das decisões tomadas.” explica Eduardo de Maria, da Alive Eco Hut.

Para se tornar um bom líder, envolva seus funcionários e outros setores nas decisões que os afetam, dando liberdade para possíveis críticas aos seus projetos; mantenha padrões de desempenho elevado: elimine as disputas, seja por cargos ou por relacionamentos; enfim, deixe claro quanto cada um contribui para o sucesso da organização.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais