Obra de extensão da linha do Trensurb entra em nova fase

A obra de extensão da Linha 1 do Trensurb entra para uma nova fase com a montagem do aparelho de manobra ferroviária, que permite o trem passar de uma via para outra: o AMV. Este mecanismo é composto por duas…

A obra de extensão da Linha 1 do Trensurb entra para uma nova fase com a montagem do aparelho de manobra ferroviária, que permite o trem passar de uma via para outra: o AMV. Este mecanismo é composto por duas lâminas móveis, as agulhas ou chaves, as quais podem se deslocar entre os dois trilhos da via, além da parte central, o cruzamento, denominado jacaré ou coração. – Quando as rodas do truque ferroviário entram no AMV, elas são direcionadas para frente ou para o desvio, em função da posição das lâminas – explica o engenheiro Rodrigo Lacerda.

Como as agulhas do AMV são as únicas peças móveis da linha ferroviária elas sofrem grandes esforços, por isso são construídos com aços especiais de elevada resistência e dureza.

De acordo com o consórcio, na primeira etapa (até estação Liberdade) da obra serão instaladas 4 unidades de AMV´s, com previsão de conclusão da instalação em abril de 2011.

O Consórcio Nova Via é formado pelas empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez e Toniolo/Busnello. A obra de expansão do Trensurb até Novo Hamburgo tem extensão de 9,3 km, e inclui a construção de quatro novas estações e reurbanização das áreas ao entorno. O governo federal está investindo R$ 700 milhões no projeto.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais