Oferta de crédito e queda dos juros podem impulsionar o varejo, acredita Zildo De Marchi

A maior oferta de crédito aliada à expectativa de novas quedas na taxa de juros prevista pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em sua última Ata, serão responsáveis pela expansão do varejo…

A maior oferta de crédito aliada à expectativa de novas quedas na taxa de juros prevista pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em sua última Ata, serão responsáveis pela expansão do varejo brasileiro em 2012 na avaliação do presidente do Sistema Fecomércio-RS, Zildo De Marchi. O dirigente destaca que o recuo da Selic, previsto em mais 0,75 ponto percentual, que levará a taxa a níveis quase históricos vem em um momento importante, em que o País sofre o impacto negativo de uma performance mais tímida do mercado de trabalho, que afeta diretamente a expansão da renda do trabalhador brasileiro.

“A desaceleração das vendas no comércio deverá, em parte, ser compensada pela perspectiva de queda da taxa de juros. Isso é principalmente uma boa notícia para o comércio gaúcho que convive com além da desaceleração da economia nacional também com um cenário de seca e suas consequências.”, comenta Zildo De Marchi.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    FBV 2024 – o próximo passo está aqui

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 06/04 a 12/04

    Veja mais