Operação Papai Noel da BM reforça o policiamento na Capital

Com acréscimo de 120 a 130 profissionais no policiamento de Porto Alegre até 3 de janeiro, a Brigada Militar lançou, dia 28 de novembro, a Operação Papai Noel. A ação pretende coibir furtos e roubos nas…

Com acréscimo de 120 a 130 profissionais no policiamento de Porto Alegre até 3 de janeiro, a Brigada Militar lançou, dia 28 de novembro, a Operação Papai Noel. A ação pretende coibir furtos e roubos nas proximidades de estabelecimentos e centros comerciais, além de locais com grande fluxo de consumidores. O Sindilojas Porto Alegre participou do ato de lançamento representado pelo vice-presidente de Relações de Trabalho Sergio Galbinski, e pelo Superintendente Márcio Allegretti.

A operação vai envolver os seis batalhões da Brigada Militar na Capital, a cavalaria montada e o Batalhão de Operações Especiais (BOE), e a distribuição destes policiais será feita de acordo com a movimentação de cada centro de compra e o mapa de criminalidade do local. Entre as áreas envolvidas na ação estão a região central, e as avenidas Assis Brasil, Azenha e Otto Niemeyer, além da área comercial da Restinga. O foco principal é a atuação de polícia ostensiva, visando a manutenção da ordem pública.

Mesmo com este reforço, a BM pede mais atenção das pessoas durante as compras, como evitar o manuseio dinheiro na rua após um saque e fazer as compras aos poucos, evitando excesso de sacolas. “Devido a correria de final de ano muitos descuidam dos seus pertences e pode ocorrer algum incidente”, entende o comandante do Comando de Policiamento da Capital, coronel João Diniz Prates Godoi.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais