Parceria contribui para a redução de crimes no Centro Histórico

Ação dos comerciantes no processo fez com que os índices de roubo e furto caíssem

Os índices de roubos e furtos a pedestres, estabelecimentos comerciais e veículos no Centro Histórico de Porto Alegre…

Ação dos comerciantes no processo fez com que os índices de roubo e furto caíssem

Os índices de roubos e furtos a pedestres, estabelecimentos comerciais e veículos no Centro Histórico de Porto Alegre reduziram, em média, 38,6% de dezembro de 2010 a fevereiro deste ano, em comparação ao ano anterior. A operação Comunicação Total está em caráter experimental, porém, os resultados apresentados consolidam o sucesso do projeto, que consiste na comunicação via celular/rádio entre os policiais e a central de informações.

Desde dezembro a Brigada Militar (BM) conta com 51 aparelhos celulares com rádio, disponibilizados pelo Sindilojas Porto Alegre, em uso pela 1ª Companhia do 9º BPM, responsável pelo policiamento na área central, que concentra o maior fl uxo de pedestres do Estado. A
comunicação rápida entre os responsáveis pelo monitoramento de câmeras do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) – que utiliza um dos aparelhos – e os policiais também colabora para o aumento das prisões, que dobraram no mesmo período.

O major André Córdova destacou o empenho dos comerciantes da região central de Porto Alegre no repasse de informações e na participação das reuniões realizadas mensalmente com a BM. “Além da agilidade que os telefones proporcionam na troca de informações, a ação dos comerciantes
atuando junto aos policiais, informando na hora do crime, facilita o trabalho da corporação”, informou o major.

Além de disponibilizar o equipamento, o Sindilojas subsidia a tecnologia e, em caso de avarias, repõe os aparelhos. A iniciativa visa a melhorar a comunicação da BM, como uma alternativa que complementa o 190, para um policiamento efetivo. “Tenho notado uma resposta positiva por parte dos comerciantes, que se sentem mais seguros, facilitando também a trabalho dos policiais na realização de flagrantes em determinados delitos”, explicou Córdova. Outro ponto positivo indicado por ele refere-se à efi cácia na troca de informações e à não possibilidade de que os marginais possam ouvir a comunicação feita nos tradicionais rádios da BM. “Os celulares com rádio não permitem que outras pessoas escutem o diálogo dos policiais, evitando assim que os bandidos se comuniquem e fujam antes da chegada policial”, concluiu o major.

Índices de dezembro a fevereiro de 2009/2010 comparados a 2010/2011

Furto a pedestre – 29,96% (-231)
Roubo a pedestre – 36,72% (-141)
Furto a estabelecimento – 31,25% (-5)
Roubo a estabelecimento – 28% (-7)
Furto de veÌculos – 38,89% (-42)
Roubo em veÌculos – 67,27% (-74)

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais