Pequena empresa precisa fortalecer gestão; veja dicas

Pesquisa aponta que 63% dos micro e pequenos empresários estão otimistas com os negócios neste ano no País

O desafio de crescer está presente no dia a dia de qualquer empresa. Enquanto grandes…

Pesquisa aponta que 63% dos micro e pequenos empresários estão otimistas com os negócios neste ano no País

O desafio de crescer está presente no dia a dia de qualquer empresa. Enquanto grandes corporações se preocupam com o resultado do Produto Interno Bruto (PIB), a simplificação do sistema tributário do País e maiores taxas de retorno para seus investimentos, micro e pequenos empresários se voltam a seus problemas internos para expandir seus negócios.

Pesquisa realizada pela ContaAzul, empresa de software de gestão online para micro e pequenos negócios, aponta que os principais entraves para o crescimento de companhias desse porte são dificuldades quanto à análise de finanças, planejamento dos gastos e o cumprimento de todas as tarefas.

“A dificuldade em gerir as finanças também está relacionada com a falta de foco, uma vez que constatamos que, em 84,6% das empresas pesquisadas, o profissional responsável pela área financeira também exerce outros funções dentro do negócio”, diz Vinicius Roveda, CEO da ContaAzul.

Embora o cenário macroeconômico indique fraco crescimento econômico do País neste ano, 63% dos pequenos empresários têm expectativa positiva para os negócios.

Veja algumas dicas do CEO da ContaAzul para aperfeiçoar a gestão de uma empresa de pequeno porte:

Controle de caixa
Segundo Roveda, é comum micro e pequenas empresas terem problemas em relação à gestão de entrada e saída de dinheiro. Isso acontece porque os empresários não utilizam plataformas digitais para controlarem o fluxo de caixa. Sem os dados financeiros em tempo real, as decisões acabam sendo baseadas em achismos. A falta desse controle traz problemas de longo prazo muito sérios.

Baixo nível de organização
Um dos motivos para que pequenos negócios não darem certo é a falta de atualização dos dados financeiros. E, quando há algum tipo de controle, muitas vezes são feitos em papel ou manualmente, práticas que consomem tempo e são mais suscetíveis a erros.

Tecnologia
A ideia de que ferramentas digitais que auxiliam a gestão financeira são caras afastam os empresários dessas plataformas. Dessa maneira, acabam seguindo modelos de negócios antiquados, baseados em controles informais da empresa. Com uma plataforma de gestão, proprietários e contadores podem verificar em tempo real a condição financeira da companhia.

Nova geração de empresários
Quem se acostumou ao computador desde criança deve usar essa prática a seu favor. A paciência dessa geração para documentos em papel, filas e outros tipos de burocracia é menor. Ao mesmo tempo, são pessoas mais comunicativas e com habilidades multitarefa. Essas são características que, se aplicadas ao ambiente de negócios, aumentam a produtividade dos funcionários.

Foco
O quadro de funcionários de mais de 50% das micro e pequenas empresas é de até cinco pessoas. No Brasil, é comum uma pessoa ter de realizar diversas tarefas, como contato com clientes, produção, vendas, além da gestão. Já nos Estados Unidos há empresas que terceirizam o controle financeiro. A falta de foco prejudica os negócios. Uma produção mais efetiva exige funcionários concentrados em tarefas próprias.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    Noticias

    Matrículas para selecionados no Capacita + POA tem o prazo prorrogado

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais