Pesquisa da Fecomércio-RS aponta que os gaúchos devem desembolsar R$ 530 nas compras de fim de ano

As compras de final de ano devem fazer com que os consumidores gaúchos desembolsem, em média, R$ 530,48 com a aquisição de presentes. Os homens terão gastos médios maiores, de R$ 617,24, contra R$ 458,42…

As compras de final de ano devem fazer com que os consumidores gaúchos desembolsem, em média, R$ 530,48 com a aquisição de presentes. Os homens terão gastos médios maiores, de R$ 617,24, contra R$ 458,42 das mulheres. Os dados fazem parte da Pesquisa de Final de Ano 2014, elaborada pela Fecomércio-RS, a partir de consulta realizada com 385 pessoas nos municípios de Caxias do Sul, Ijuí, Pelotas, Porto Alegre e Santa Maria. A pesquisa está sendo divulgada nesta quinta-feira (20).

Os presentes mais procurados seguem a mesma linha de outros anos: itens de vestuário (66,8%), brinquedos (39,2%) e calçados (25,7%). Também aparecem com participação relevante os celulares, com 7,5% das intenções de compra. Segundo a pesquisa, cada consumidor irá adquirir um número médio de 5,5 unidades – sendo que as mulheres comprarão, em média, 6,2 unidades e os homens, 4,6 unidades.

Por classe de renda, a maior parte dos consumidores da classe baixa (35,6%) e da classe média (24,5%) tem a intenção de desembolsar de R$ 100,01 a R$ 200,00 pelos presentes, enquanto os indivíduos da classe alta (18,2%) pretendem gastar de R$ 400,01 a R$ 500,00 e outros (18,2%) da mesma faixa de renda de R$ 600,01 a R$ 1.000,00.

As lojas de rua mais uma vez são a preferência dos consumidores gaúchos para efetuar as compras de fim de ano. Esses estabelecimentos figuram na preferência de 59,1% dos entrevistados. Os shoppings aparecem em segundo lugar, como opção de 21%.

Outro dado da pesquisa revela que os consumidores estão preferindo entrar o novo ano sem novas dívidas, já que 70,4%, pretendem realizar compras à vista, contra 27,8% que manifestaram interesse em adquirir presentes a prazo. Dentre os que vão parcelar, 48,6% pretendem pagar em 4 a 6 parcelas. Daqueles que recebem 13° salário, 71,9% dos entrevistados, os principais destinos desse dinheiro serão o pagamento de contas do mês (54,9%), a formação de poupança (40,4%) e a compra de presentes (36,1%).

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais