Pesquisa mostra que maior parte dos consumidores da classe C é cautelosa

SÃO PAULO – A classe C é uma das classes econômicas que mais crescem no país e já representa quase 50% das população. Esse segmento, porém, não é homogêneo, quando o assunto é consumo. Pesquisa…

SÃO PAULO – A classe C é uma das classes econômicas que mais crescem no país e já representa quase 50% das população. Esse segmento, porém, não é homogêneo, quando o assunto é consumo. Pesquisa do Ibope Mídia com o Target Group Index identificou quatro grupos de consumidores da classe C que agem de modo diferente quando vão às compras. Na hora de tirar a carteira do bolso, esse segmento da população pode ser considerado racional, consumista, personalista ou conformista, segundo constatou o estudo. E grande parte desses consumidores se enquadra no grupo dos racionais: eles formam 31%. A pesquisa mostra que os consumidores que se enquadram nesse grupo planejam as compras e buscam vantagens. Eles, de maneira geral, cuidam de si e da casa e são ponderados. Nesse perfil, estão enquadrados aqueles consumidores que têm mais de 35 anos. Para o levantamento, o Ibope Mídia, juntamente com o Target Group Index, realizou 20 mil entrevistas.

De consumistas a conformistas

Os consumistas representam 29% da classe C. Eles, de modo geral, são mulheres que cuidam de si e da casa e veem no consumo um modo de se autoincentivar. Para esses consumidores, comprar é um ato de autoestima. Nesse grupo, o consumo impulsivo é frequente, mas, se o produto desejado é caro, há um planejamento financeiro. No grupo dos personalistas estão os consumidores que gostam de se cuidar e gastam com eles mesmos em primeiro lugar. Nesse perfil, os jovens são maioria. Os personalistas representam 21% da classe C. A menor parcela dos consumidores desse segmento da população se enquadra no grupo dos conformistas. Segundo o levantamento, 19% estão nele. Esses consumidores são principalmente homens, que não investem na aparência. Os consumidores desse grupo frequentemente compram por impulso, não analisam nem planejam as compras.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais