Porto Alegre apura a menor inflação

Dados do IPC-Semanal, pesquisados pela Fundação Getúlio Vargas, mostraram que Porto Alegre teve a menor inflação entre sete capitais analisadas na segunda semana de novembro, com alta de 0,34%. O resultado…

Dados do IPC-Semanal, pesquisados pela Fundação Getúlio Vargas, mostraram que Porto Alegre teve a menor inflação entre sete capitais analisadas na segunda semana de novembro, com alta de 0,34%. O resultado representa queda de 0,01 ponto percentual sobre o índice registrado na semana anterior. O segmento que mais pressionou a alta foi o de Habitação com 0,71%, seguido por Despesas Diversas (0,57%), Educação, Leitura e Recreação (0,57%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,38%). De acordo com o economista Marcio Fernando da Silva, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre/ FGV), a menor inflação na Capital foi garantida, principalmente, pela deflação de 0,07% no quesito Alimentação.

Também tiveram variação inferior à média os segmentos de Vestuário (0,20%) e Tranportes (0,21%). Mesmo com deflação nos alimentos, tomate e bergamota são os vilões. O primeiro teve alta de 15,04% nesta semana contra os 25,51% da semana anterior. Já a bergamota ficou 26,67% mais cara. O aumento da energia elétrica colaborou para que o item Habitação exercesse a maior pressão sobre o índice inflacionário, com uma elevação de 2,38%. Outro fator que fez subir o IPC-S foi o preço dos shows musicais, com uma alta de 7,25%.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais