Projeto do salário mínimo regional é debatido na Assembleia

Proposta do governo é por reajuste de 11,6%

O projeto que estipula o reajuste para o salário mínimo regional foi o tema de uma audiência pública promovida pela Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa na manhã de hoje. O encontro foi realizado no Plenarinho da Casa, com a participação de parlamentares e representantes de centrais sindicais e patronais. A discussão ocorreu na manhã desta quarta-feira no Plenarinho da Assembleia Legislativa. A audiência pública, presidida pelo deputado Adilson Troca (PSDB), foi requerida pelo deputado Heitor Schuch (PSB). Pelo projeto, o governo propõe um reajuste de 11,6%, enquando que as centrais sindicais querem uma reposição de 12,59%.

Durante o encontro, Schuch lembrou que até 2005 o piso regional não provocava discussões, mas quando começou a acontecer a defasagem da proporção em relação ao mínimo nacional, e os trabalhadores perderam poder de compra, começaram as dificuldades no entendimento entre as partes. O parlamentar também justificou a solicitação de audiência pública devido à antecipação da data-base: de maio para março em 2011; em 2012, a data-base será em 1º de janeiro. Dessa forma, a previsão é de que o salário mínimo nacional ultrapassará a faixa 1 do piso estadual. — Isso vai exigir que aqui no estado, a partir de janeiro, seja dado um aumento de, no mínimo, 18 % para colocar o piso estadual no mesmo patamar do salário mínimo nacional — considera Schuch.

O líder da bancada do PDT, deputado Gerson Burmann, defendeu a imediata recuperação do índice. — É preciso recuperar o valor do mínimo regional nos mesmos padrões de quando o índice foi implantado, em 2001 — afirmou. Para Burmann, que apoia a proposta de 11,6% apresentada pelo Executivo, é importante que os trabalhadores tenham ganhos efetivos e, para isso, é preciso garantir a recuperação do valor do mínimo regional que ao ser criado, em 2001, equivalia a 1,28 do salário mínimo nacional. Atualmente, está abaixo de 1,13 do mínimo nacional.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais