Projeto prevê gerenciamento correto de resíduos tecnológicos

Com a missão de articular a execução de políticas públicas de fomento à inovação e ao desenvolvimento tecnológico no município de Porto Alegre, o Gabinete de Inovação e Tecnologia (InovaPoa) promove…

Com a missão de articular a execução de políticas públicas de fomento à inovação e ao desenvolvimento tecnológico no município de Porto Alegre, o Gabinete de Inovação e Tecnologia (InovaPoa) promove a I Feira de Descarte de Equipamentos de Informática, no dia 4 de dezembro, na Usina do Gasômetro. Nesta data, os porto-alegrenses poderão levar seus computadores e periféricos antigos para descarte. A feira será a primeira ação do Plano Municipal de resíduos sólidos específicos para equipamentos eletrônicos.

A iniciativa propõe alternativas para uma vida sustentável, em que pequenos gestos podem se transformar em revolucionárias mudanças e mais qualidade de vida para nossa sociedade. Conciliando o desenvolvimento econômico e o avanço tecnológico com a preservação ambiental, a feira será palco de uma campanha inédita que pretende movimentar milhares de gaúchos.

O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) apoia o evento e encaminhará os equipamentos arrecadados para reuso e reciclagem em empresas especializadas em reciclagem de plásticos, metais e placas de circuito impresso, como o CRC – Irmãos Maristas, que farão o recondicionamento dos equipamentos que puderem ser recuperados. Os computadores que puderem ser reutilizados serão entregues para instituições e escolas beneficentes; aqueles que não puderem ser recuperados receberão tratamento e destinação correta e adequada, a fim de não poluírem mais o meio ambiente, garantindo assim uma melhor preservação da natureza.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (51) 3289-7300.

CURIOSIDADES SOBRE SUCATA ELETRÔNICA:

– No Brasil são descartadas 500 mil toneladas de sucatas eletrônicas por ano.
– O lixo eletrônico representa 5% de todo o lixo gerado pela humanidade.
– Possui em sua composição metais pesados altamente tóxicos: mercúrio, cádmio, berílio e chumbo que no solo, contaminam o lençol freático; se queimados, poluem o ar e nos lixões podem causar doenças graves em catadores.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais