Qual a melhor maneira de reconhecer seu funcionário?

O funcionário deve perceber que a instituição se importa com ele, e que ele não é apenas um número.

Uma das grandes dificuldades vivenciadas pelos empregadores e profissionais de RH é mensurar qual melhor maneira de reconhecer seu funcionário. Além disso, o ponto chave é perceber que o funcionário espera esse reconhecimento, antes que ele opte por deixar a instituição.

Após algum tempo de casa, o funcionário espera naturalmente um retorno pelo seu desempenho. E, embora haja maneiras variadas de fazer esse reconhecimento, sejam elas por feedback, remuneração, promoção, aprimoramento profissional ou premiação, cabe ao gestor e aos profissionais de RH terem sensibilidade suficiente para perceber a relevância do profissional e como ele se destaca em seu meio de atuação. O trabalho ao lado dos líderes de áreas e um canal de comunicação entre colaborador e empresa, ajudam e muito nesse processo. O reconhecimento do colaborador pelos pares de trabalho e/ou subordinados, também tem peso quando se trata de retorno pelo desempenho.

Aliás, a comunicação é essencial para qualquer empresa. Saber ouvir o funcionário e retornar a ele com rapidez é uma das primeiras formas de mostrar o quanto o profissional é importante.

O plano de carreira, antes muito valorizado na geração baby boomer, volta à cena mesmo em empregos de base e percebemos um interesse contínuo no desenvolvimento de carreira. Logo, quando uma empresa realiza um treinamento ou investe na educação de seu funcionário, com uma proposta de ascensão profissional, encontra uma das maneiras mais eficazes de reconhecer o funcionário e mantê-lo na empresa.

A questão está em oferecer novas oportunidades de crescimento, sejam elas tangíveis ou não. Muitas vezes um aumento salarial pode parecer uma maneira mais rápida de reconhecimento, mas será que em longo prazo era ainda será válida, uma vez que aumento salarial é não garante desenvolvimento?

O funcionário deve perceber que a instituição se importa com ele, e que ele não é apenas um número. Ser transparente, ouvir, avaliar e, acima de tudo, acreditar no potencial de seu colaborador, podem fazer grande diferença e possibilitar tanto o crescimento do profissional quanto o da empresa.

Dessa forma todos saem ganhando: o colaborador é reconhecido e a empresa forma mão de obra qualificada, a partir do que foi estipulado como valores e competências necessárias.

Fonte: Site Administradores

Veja também

    Noticias

    Associados do Sindilojas POA tem opção de consultoria gratuita para retomada dos...

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Funcionamento das lojas após as enchentes é objeto de pesquisa do Sindilojas POA

    Veja mais
    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais