Quase 50% dos consumidores devem comprar eletrônicos em 2011

SÃO PAULO – Os consumidores de São Paulo, Recife e Porto Alegre deverão ir em peso às lojas, para comprar eletroeletrônicos nos próximos dois anos. Segundos dados da pesquisa “As Tendências de Consumo…

SÃO PAULO – Os consumidores de São Paulo, Recife e Porto Alegre deverão ir em peso às lojas, para comprar eletroeletrônicos nos próximos dois anos. Segundos dados da pesquisa “As Tendências de Consumo na Visão de Quem Compra”, elaborada pela consultoria GS&MD Gouvêa de Souza, 48% dos consumidores dessas regiões pretendem adquirir computadores, TVs, aparelho de som e celulares modernos. Dentre os produtos, as TVs de Plasma e LCD deverão ser as mais procuradas, já que 22% dos entrevistados demonstraram interesse em comprar os aparelhos. Computadores também foram lembrados, com 17% dos consumidores propensos a adquiri-los em dois anos. Aparelhos de som (4%) e smartphones ou iPhones (5%) também fazem parte da lista de compras dessas pessoas. Entre 2009 e 2010, 67% dos consumidores dessas cidades arremataram algum dos eletroeletrônicos citados pela pesquisa.

Perfis

Durante o ano de 2010, as classes A/B foram responsáveis pela maioria das compras de eletroeletrônicos. Uma parcela de 94% destes consumidores foi às lojas adquirir algum desses produtos. Dos consumidores das classes C/D, 45% do total também comprou algum tipo de eletroeletrônico. Os consumidores destas classes também foram questionados sobre o seu grau de otimismo para os dois próximos anos. Os resultados foram praticamente iguais na avaliação sobre o Brasil: em uma escala de zero a dez, a classe A/B deu nota 7,4 e a C/D, nota 7,2. Quando perguntados sobre o grau de percepção a respeito da família, os consumidores da classe A/B atribuíram 8,7 e os da C/D, 8,6. Questões relativas ao otimismo quanto ao futuro do mundo foram melhor avaliadas pelos integrantes das classes C/D (nota 7,2) do que pelos entrevistados da A/B (nota 6,9). Quando o assunto é o futuro deles mesmos, os consumidores das classes mais abastadas se mostraram um pouco mais otimistas: a a classe A/B deu nota 9, e a C/D, 8,8.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais