Quem vai consumir por causa da Copa?

Da Copa das Confederações, em junho de 2013, até a Copa do Mundo, em junho de 2014, uma enxurrada de produtos licenciados alusivos a futebol e seleção brasileira irá chegar ao mercado. Camisetas, bonés, perucas, chaveiros, enfim, tudo o que fabricantes e varejistas inventarem. Mas irá haver, realmente, um aumento no consumo por causa desses eventos?

A Hello Research, uma agência de pesquisa e inteligência de mercado, fez 1 mil entrevistas pessoais em 70 cidades brasileiras entre 22 de fevereiro e 7 de março. Uma das perguntas feitas: até junho de 2014, você pretende comprar algum produto da seleção brasileira pensando na Copa do Mundo?

79% disseram que não.

A perspectiva não é tão trágica, porque muitas pessoas compram produtos por impulso. O consumidor pode mudar de ideia quando encontrar a camiseta em uma arara no supermercado, assim como pode comprar uma bandeira para colocar no carro quando descobrir que muitos amigos também o fizeram. Mas, ainda assim, quatro em cinco pessoas não planejam fazer alguma compra por causa da Copa de 2014. É um número válido para quem quer lucrar até o evento.

Entre os que pretendem consumir, homens parecem estar mais dispostos a abrir a carteira. Dos 21% que disseram ‘sim’ à pergunta, 27% são homens e 15%, mulheres. Em relação à idade, 29% têm entre 16 e 24 anos; 26%, entre 25 e 34; 24%, entre 35 e 44; e 13%, entre 45 e 59 anos. Para uma empresa que irá vender licenciados, rapazes entre 16 e 24 anos são o público mais acessível.

De qualquer modo, a Nike é a companhia que deve aproveitar melhor o público que planeja comprar produtos por causa da Copa. 87% das pessoas que responderam positivamente à pergunta planejam comprar uma camisa oficial da seleção brasileira, principal objeto de desejo. 18% querem uma bandeira. 17%, um boné. Outros itens – como adereços, vuvuzelas, tênis e perucas – não chegam nem a 10% no número de pessoas que os desejam.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais