Renda da Classe C eleva abertura e faturamento das microfranquias

O faturamento das franquias em geral cresceu 20% em 2010 no País. Mas a expansão foi maior para as microfranquias: 25%. São chamados assim os negócios que exigem um investimento de até R$ 50 mil e têm como…

O faturamento das franquias em geral cresceu 20% em 2010 no País. Mas a expansão foi maior para as microfranquias: 25%. São chamados assim os negócios que exigem um investimento de até R$ 50 mil e têm como público alvo pessoas da Classe C e D que querem empreender. O desempenho das microfranquias se beneficia de duas formas do aumento da renda da Classe C. Além de permitir que esta fatia da população abra seu próprio negócio, essas pessoas também elevam o consumo de bens e serviços como clientes. Segundo o diretor regional da Associação Brasileira de Franchising, Gustavo Schifino, há espaço para empresas gaúchas se tornarem microfranqueadoras e oferecerem a marca para outros empresários abrirem seus negócios dentro e fora do Estado. Além do baixo investimento, as microfranquias são mais simples de operar. Muitos negócios não exigem estoques e nem ponto comercial, ou seja, podem ser conduzidos de casa. Schifino alerta, no entanto, que algumas empresas se fazem passar por franqueadoras para evitar problemas jurídicos de ter o vínculo com um representante comercial. – Uma forma é acessar o Portal do Franchising e saber quais são as franquias associadas à ABF, que exercem o negócio de forma legítima. Microfranquias representam atualmente 10% do faturamento do setor de franquias em geral e esta fatira deve subir para 20% ainda em 2011.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais