Sábado que antecede o Dia dos Pais deve movimentar R$ 15,2 milhões no comércio

O sábado que antecede o Dia dos Pais deve ser de lojas cheias em Porto Alegre. Uma pesquisa realizada pelo Sindilojas Porto Alegre e CDL Porto Alegre mostra que um terço dos filhos (33,4%) vai deixar para a…

O sábado que antecede o Dia dos Pais deve ser de lojas cheias em Porto Alegre. Uma pesquisa realizada pelo Sindilojas Porto Alegre e CDL Porto Alegre mostra que um terço dos filhos (33,4%) vai deixar para a última hora a compra do presente – o que deve gerar, em apenas um dia, um incremento de R$ 15,2 milhões no comércio da Capital.

As expectativas gerais para as vendas da data são otimistas: o Dia dos Pais deve movimentar R$ 45,5 milhões no varejo de Porto Alegre. O número é 10,61% maior que o esperado no ano passado, quando a expectativa girou em torno dos R$ 41 milhões.

A alta é embasada na generosidade dos filhos. Neste ano, a intenção de compra de presente pelos filhos subiu de 52,2% em 2012, para 61,5% em 2013. A média de valores que devem ser gastos também se ampliou, de R$ 83,14, em 2012, para R$ 122,10, em 2013.

“Roupas e calçados representam 65,9% das intenções de compra neste ano. As liquidações da estação impulsionaram ainda mais as vendas neste segmento e beneficiaram quem deixou as compras para os últimos dias”, afirma o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow.

“A onda de frio também deve impulsionar as vendas, principalmente no setor de vestuário, escolhido por 36,9% dos pais ouvidos em Porto Alegre”, afirma o presidente da CDL Porto Alegre, Gustavo Schifino.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais