Salário mínimo de R$ 600 é questão de priorização, diz senador do DEM

A oposição à presidente Dilma Rousseff pretende lançar mais um elemento no debate sobre o novo salário mínimo, defendendo o aumento para R$ 600. O valor tem dividido até a base governista, que estuda…

A oposição à presidente Dilma Rousseff pretende lançar mais um elemento no debate sobre o novo salário mínimo, defendendo o aumento para R$ 600. O valor tem dividido até a base governista, que estuda reajuste de até R$ 580. O senador Agripino Maia (DEM) afirmou que o papel da oposição é vigiar, fiscalizar, denunciar e corrigir os eventuais erros do governo. — Não é papel da oposição criticar por criticar ou agredir, mas denunciar aquilo que o governo estiver fazendo de errado — disse ele. Em relação ao valor do salário mínimo, Maia destacou que se trata de uma questão de priorização.

Veja também

    Noticias

    Matrículas para selecionados no Capacita + POA tem o prazo prorrogado

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais