Salgado Filho é atingido por cancelamentos de voos da TAM

Mais de 30% dos voos operados pela TAM tiveram problemas de atraso ou cancelamento ontem, segundo dados da Infraero, atingindo também os programados para o Salgado Filho em Porto Alegre. Conforme a estatal, dos…

Mais de 30% dos voos operados pela TAM tiveram problemas de atraso ou cancelamento ontem, segundo dados da Infraero, atingindo também os programados para o Salgado Filho em Porto Alegre. Conforme a estatal, dos 708 voos previstos para ontem em 63 aeroportos, 99 (13,3%) foram cancelados. Outros 156 (20,9%) partiram com algum atraso.

Em nota, a companhia informou que os transtornos ocorreram devido ao mau tempo na quinta e na sexta-feira, que causou alterações nos voos, nas escalas das tripulações e “remanejamentos na malha aérea”. A empresa aérea antecipou ainda que os problemas devem se estender até hoje.

A chuva, segundo a TAM, afetou operações em Congonhas, Guarulhos, Viracopos (Campinas), Santos Dumont e Galeão (Rio). De acordo com a nota, “13 voos que deveriam pousar nos aeroportos paulistas e três nos do Rio tiveram de ser levados a outros aeroportos”. Além disso, a operação também teria sido prejudicada pelo fechamento do aeroporto Salgado Filho ontem pela manhã, das 7h54min às 8h46min, em decorrência da neblina.

Federação de trabalhadores aponta falta de pessoal

O presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, avaliou que a origem do problema deve ser a falta de trabalhadores e a exigência do limite legal de horas de voo. – Foi falta de pessoal. Se fosse uma questão climática, também afetaria as outras empresas – afirmou Klafke.

No aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, quatro voos da TAM com destino a São Paulo não decolaram ontem. Pela manhã, estavam previstas duas partidas para Guarulhos e, no final da tarde, outras duas para Congonhas, de um total de 12 programadas. E das 32 decolagens da TAM em São Paulo para a capital gaúcha, cinco foram canceladas, conforme os dados no boletim de informações da Infraero. Os cancelamentos também adiaram o retorno da delegação do Grêmio, que jogou ontem em Campinas (leia no Caderno de Esportes) e voltaria no voo das 22h, em Congonhas.

No terminal paulistano, onde os terminais de embarque ficaram lotados ontem, os passageiros eram orientados pela companhia a deixar o saguão e a remarcar a viagem para hoje. Também com voo marcado para as 22h, a empresária Maria do Carmo Lombardi Cucchiarelli, 50 anos, foi surpreendida ao ser informada de que a partida para Porto Alegre havia sido cancelada. – Vou tentar um encaixe em outra companhia para voltar amanhã (hoje) – disse a porto-alegrense, que viajou na última quinta-feira para visitar as duas filhas. Conforme Maria do Carmo, os cancelamentos e a falta de informações causaram indignação entre os passageiros, que protestaram nos guichês da companhia aérea.

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais